İstanbul escort bayan sivas escort samsun escort bayan sakarya escort Muğla escort Mersin escort Escort malatya Escort konya Kocaeli Escort Kayseri Escort izmir escort bayan hatay bayan escort antep Escort bayan eskişehir escort bayan erzurum escort bayan elazığ escort diyarbakır escort escort bayan Çanakkale Bursa Escort bayan Balıkesir escort aydın Escort Antalya Escort ankara bayan escort Adana Escort bayan

More

    Plano familiar de previdência terá limite de R$ 5 milhões por pessoa, define CNSP

    Data:

    Destinados a famílias abastadas que buscam construir uma reserva adicional para a aposentadoria, os planos familiares exclusivos agora terão seu patrimônio limitado a R$ 5 milhões por pessoa, após aprovação do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) nesta última segunda-feira (19). 

    ++Petrobras adia recebimento de propostas para plataformas montadas em casco de navios em Sergipe

    O CNSP é o órgão regulador da previdência complementar aberta, que permite a adesão de qualquer indivíduo.

    ++Desigualdade de renda entre homens e mulheres persistiu no Brasil em 2023, aponta IBGE

    A implementação dessa mudança ainda não possui uma data definida e está sujeita à aprovação da Superintendência de Seguros Privados (Susep). Na reunião realizada nesta segunda, o CNSP aprovou uma série de alterações com o objetivo de promover transparência e competitividade nos segmentos de previdência complementar aberta e seguros pessoais.

    Dentre as principais alterações, destaca-se a possibilidade de os poupadores converterem o saldo acumulado em renda, com diferentes modalidades e prazos. Além disso, os planos instituídos, nos quais os empregadores contribuem, deverão incluir uma cláusula de adesão automática dos participantes a todos os termos do contrato. As novas normas também visam reforçar a transparência e a prestação de informações aos contribuintes.

    Uma das resoluções aborda os seguros de pessoas, como o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), direcionado à população de renda mais baixa. As regras visam preservar a estabilidade financeira desse segmento e fomentar a formação de poupança a longo prazo, embora o Ministério da Fazenda não tenha fornecido detalhes adicionais sobre as novas normativas.

    Em comunicado, o Ministério da Fazenda informou que as medidas foram objeto de consulta pública em 2022, sendo discutidas em debates com o setor e a sociedade civil. A pasta destacou que tais medidas representam aprimoramentos significativos para o desenvolvimento do mercado de previdência complementar aberta e seguros de pessoas, que já totaliza aproximadamente R$ 1,4 trilhão em investimentos.

    Todas as novas regulamentações estão sujeitas à aprovação da Susep para entrarem em vigor.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    - Publicidade -

    Mais Recentes