More

    Casal de chefs de cozinha é encontrado morto a tiros em restaurante paradisíaco na Bahia

    Data:

    No último sábado (24), um casal de chefs de cozinha foram encontrados mortos a tiros
    em um local próximo ao restaurante deles, na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia.

    ++PC prende suspeito de roubar motoristas de transporte por aplicativo no DF

    De acordo com a Polícia Civil, o chef espanhol David Pegrina Capó, de 53 anos, e a esposa dele, Érica da Silva Santos, de 38, comandavam há seis anos o restaurante Ilha dos Ribeirinhos, que fica na Ilha do Pau do Macaco, no Rio Buranhém.

    ++Fisioterapeuta é condenado a mais de 12 de prisão por aliciar paciente em SP

    O perfil do estabelecimento comunicou as mortes em uma nota nas redes sociais.

    “Sabemos que David e Érica eram pessoas muito queridas por todos pelo seu carinho, profissionalismo, amizade e alegria. Para sempre os teremos em nossa memória e em nosso coração com muita gratidão e saudade”.

    A polícia afirmou ao portal G1 que os corpos foram localizados às margens de um rio, com perfurações provocadas por arma de fogo. O Metrópoles procurou a corporação, mas não houve retorno até o momento.

    David era espanhol, natural de Mallorca, uma pequena ilha do Mediterrâneo, enquanto Érica era natural do estado da Bahia.

    O casal compartilhava o comando do restaurante que atraía clientes tanto pela culinária quanto pelo cenário paradisíaco. O estabelecimento funciona em um local rodeado pela natureza, em que só é possível chegar de barco ou jet ski.

    Uma das especialidades da casa é o prato espanhol paella, que leva arroz e frutos do mar. Nas redes sociais, o chefe compartilhava diversos registros dos pratos que preparava.

    A culinária artesanal com influência mediterrânea rendeu ao chef a participação em diversos eventos de gastronomia, como a 5ª edição da Esquina do Mundo, em Arraial d’Ajuda, e a 10ª edição do Festival Gastronômico de Teixeira de Freitas.

    “O Ribeirinhos é um sonho, uma história, uma vida que somente juntos poderia acontecer. A minha parceirinha baiana sempre entendeu o que os outros com certeza não conseguiram nem imaginar,” escreveu em uma das publicações.

    Em 2021 o restaurante acabou atingido por uma inundação, decorrente da passagem de um ciclone extratropical em cidades do sul da Bahia. No entanto, o estabelecimento conseguiu reabrir as portas após contar com ajuda para conter os danos da força da água.

    A Polícia Civil ainda não divulgou informações sobre a motivação do crime ou possíveis suspeitos. As investigações estão em andamento.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    - Publicidade -

    Mais Recentes