'; } else { ?> '; } ?>
Entretenimento, Cultura e Lazer

Brasil já vacinou 2.046.523 pessoas contra Covid-19

São Paulo (Foto: C. Cagnin / Pexels)
São Paulo (Foto: C. Cagnin / Pexels)

OMS critica Comissão Europeia por impor barreiras à exportação de vacinas da Covid
Segundo a OMS – Organização Mundial de Saúde, um total de apenas 10 países concentram 95% das vacinas já administradas. A OMS diz que a prioridade deveria abranger os profissionais de saúde de todo o mundo, porém Bruxelas alega que a prioridade é para toda a população europeia.

Em virtude dos atrasos ocorridos na produção da AstraZeneca e da Pfizer, a Comissão Europeia decidiu limitar as exportações de vacinas para a Covid-19, somente aos casos em que as farmacêuticas conseguiram dar resposta às encomendas iniciadas por países da EU – União Europeia. A OMS vê esta restrição como uma nova forma de nacionalismo e defende que o plano de vacinação deve dar prioridade a profissionais de saúde e grupos de risco do mundo inteiro, e somente depois, expandir-se à maioria da população, que não tem registros clínicos de risco.

++ Experiência de Quase Morte – Afinal, o que diz a ciência?

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor da OMS, defendeu que a lógica que privilegia determinados países em detrimento de outros poderá prolongar o tempo necessário para a recuperação social e econômica mundial. Além de classificar esse tipo de estratégia como uma “falha moral catastrófica”, Tedros considerou que a inexistência de um plano de distribuição global de vacinas vai “manter a pandemia em atividade e… diminuir a capacidade de recuperação da economia”.

Esta posição foi reforçada pela médica brasileira Mariângela Simão, diretora da OMS, ao descrever as restrições à exportação de vacinas como “tendência muito preocupante”.

Painel Geral da Vacinação contra Covid-19 no Brasil
Segundo dados fornecidos pelos governos estaduais e o Distrito Federal, já foram vacinadas na data de hoje (31), até a hora desta publicação, pelo menos 2.046.523 pessoas contra o Covid-19 no Brasil, com a aplicação dos seguintes imunizantes:
CoronaVac, desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o instituto Butantan;
Covishield, desenvolvido pela laboratório anglo-sueco AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford.

Painel Geral de Vacinação COVID-19, em 31-Jan-2021                Fonte: coronavirusbra1.github.io
Painel Geral de Vacinação COVID-19, em 31-Jan-2021                                                                 Fonte: coronavirusbra1.github.io

Curta nossa página  no Facebook  e no Instagram para mais notícias do JETSS.