Entretenimento, Cultura e Lazer

Cinemateca não será o destino de Regina Duarte

De acordo com a coluna do jornalista Ricardo Feltrim, do Uol, o destino profissional de Regina Duarte não será a Cinemateca. O governo Bolsonaro busca meios de extinguir a instituição, que guarda o patrimônio do cinema nacional. Apesar do imbróglio, ela deve seguir no setor público federal em outro cargo.

++ Regina Duarte teria acordo de gaveta para seguir no governo

Nos bastidores, articuladores do governo Federal se organizam para manter Regina em outro cargo com salário de R$15 mil. A ideia é que ela seja nomeada para algum cargo de nível DAS (Direção e Assessoramento Superior) com salário também em torno de R$ 15 mil. Provavelmente, ela seguiria no Ministério do Turismo.

O Ministério Público de São Paulo investiga a intenção do governo federal em fechar a Cinemateca, que existe desde os anos 40. Tanto a Prefeitura quanto o Governo de São Paulo já manifestaram interesse em apoiar a manutenção do acervo e da estrutura. No dia 10 de maio, em um vídeo transmitido nos canais do presidente Jair Bolsonaro, Regina Duarte disse que fora convidada a assumir a presidência da Cinemateca.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.