Entretenimento, Cultura e Lazer

Modelo cria movimento para estimular as mulheres a aceitarem suas espinhas

Dentre os muitos padrões impostos pela sociedade, o que se refere a beleza é um dos mais cruéis e limitantes.

++ Conheça as mulheres que levantam a bandeira da neutralidade corporal no Instagram

Ter a pele lisa, livre de manchas, marcas, e, principalmente, espinhas, é algo perseguido por muitas pessoas. Entretanto, a acne é um dos problemas de pele mais comuns e, mesmo demandando cuidados, não precisa deste sofrimento todo.

Pensando nisso, a modelo Louisa Northcote criou um movimento para estimular a aceitação. O “#FreeThePimple (#LiberteAsEspinhas em português)” já tem mais de 420 postagens nas redes sociais.

Apesar de ter uma carreira de sucesso, Louisa sempre se incomodou com sua pele. “Quando eu era mais nova, me olhava no espelho e dizia ‘você é feia’”, contou em entrevista ao canal do Youtube “i-D”. Por isso, ela decidiu dar um basta nesta pressão: “Eu não tive pessoas com quem podia falar sobre acne na minha adolescência, então criei uma rede com essa hashtag”.

O principal objetivo da modelo é evitar que outras mulheres continuem tendo vergonha de seus rostos. Até agora, ela está conseguindo alcança-lo com sucesso. Muitas meninas que aderiram ao movimento afirmaram estarem mais aliviadas: “Tem sido libertador me sentir bem na minha pele, não importa como ela seja”, declarou uma delas. Confira algumas dessas belas fotos na galeria a seguir!

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS