Entretenimento, Cultura e Lazer

Especialistas recomendam pausas de 10 minutos na utilização de máscaras

Na nossa nova realidade, em que as máscaras são obrigatórias e utilizadas durante muitas horas, os especialistas do hospital espanhol Vithas Xanit International recomendam pausas de cinco ou dez minutos na sua utilização, para respirar oxigênio e ventilar o rosto.

++ Brasil monitora síndrome em crianças que pode estar associada ao coronavírus

“O ideal, do ponto de vista respiratório, é que a cada hora, ou mesmo a cada 45 minutos, faça um breve intervalo de cinco ou dez minutos, retirando a máscara, e se possível repouse entre 30 e 60 minutos após quatro ou cinco horas de utilização da máscara”, explicou Gustavo de Luiz, chefe do serviço de Pneumologia do hospital, ao jornal espanhol “La Vanguardia”.

Gustavo alertou ainda que o descanso só pode ser feito se a regulamentação sobre o uso da máscara não for violada em nenhum momento, sublinhando que “uma máscara não reutilizável não deve ser usada durante mais de quatro horas e deve ser trocada ainda mais cedo se estiver úmida ou danificada”.

Ficar atento ao tempo de uso da máscara é muito importante, pois além de perder eficácia, o uso prolongado pode causar doenças de pele, criação de fungos ou bactérias. “As máscaras cirúrgicas devem ser descartadas após um uso contínuo de quatro horas, as higiênicas dependem da recomendação do fabricante”, disse.

Para além disso, a máscara deve ser mantida num local adequado e livre de bactérias durante o tempo em que não for utilizada. “A maioria das pessoas deixa a máscara no pescoço ou no pulso, o que não é recomendado porque pode entrar em contato com uma superfície contaminada, explicou Gustavo de Luiz.

“Também devemos evitar colocá-la na mesa de trabalho ou de um restaurante enquanto comemos, ou até mesmo guardá-la no bolso”, acrescentou o especialista.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS