More

    Causa da morte da rainha ainda é mantida em sigilo: ‘Morreu pacificamente’

    Data:

    No comunicado em que confirmou a morte da rainha Elizabeth 2ª nesta quinta (8), o Palácio de Buckingham se limitou a dizer que a monarca “morreu pacificamente”, sem especificar se houve alguma complicação de saúde ou se a causa foi a avançada idade da chefe de Estado do Reino Unido, que estava com 96 anos de idade. 

    Marido da rainha Elizabeth, o príncipe Philip morreu em abril do ano passado aos 99 anos, e o comunicado da família real também havia apontado que o duque de Edimburgo havia partido “pacificamente”. 

    Apenas no mês seguinte, em maio de 2021, uma reportagem do jornal inglês The Telegraph revelou que a verdadeira causa era “idade avançada”, de acordo com o atestado de óbito assinado pelo médico Huw Thomas, responsável pela equipe médica real. 

    ++ Após unfollow de Anitta, Murda Beatz deixa de seguir a cantora e aumenta rumores de término

    A idade é um motivo de morte aceito para pacientes com mais de 80 anos que tiveram acompanhamento do mesmo profissional de saúde durante um período longo de tempo –caso o médico identifique que a condição da pessoa foi se deteriorando, ele pode atestar isso na certidão de óbito. 

    No caso da rainha Elizabeth 2ª, os problemas de saúde começaram a ficar mais evidentes durante a pandemia, quando ela deixou de comparecer em cerimônias, algo raro durante o seu reinado que durou mais de 70 anos. 

    A monarca contraiu Covid-19 em fevereiro deste ano. Vacinada, teve apenas sintomas leves da doença e conseguiu se recuperar, mas admitiu ter ficado “cansada e exausta” por causa da doença. 

    Em outubro de 2021, ela chegou a ficar internada durante um dia por motivo que não foi revelado. Desde então, foi aconselhada a descansar e ficou cinco meses afastada de compromissos –quando apareceu, demonstrou dificuldades para se locomover. Uma de suas últimas aparições públicas aconteceu em junho, no Jubileu de Platina, em Londres. 

    Ao longo desta quinta, a BBC, principal emissora britânica, publicou notas com atualizações sobre o estado de saúde da rainha. O ex-correspondente real Richard Sumner afirmou que “o corpo dela estava cedendo”. Segundo ele, a rainha lidava com problemas típicos da idade avançada. 

    Em 2018, Elizabeth 2ª passou por uma cirurgia de catarata, considerada um sucesso pelos médicos. Dois anos antes, ela havia se ausentado das festividades reais de Réveillon por causa de um “forte resfriado”. 

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss. 

    - Publicidade -

    Mais Recentes