More

    Marco Pigossi relembra como foi se descobrir gay: “Pedia a Deus para me consertar”

    Data:

    Na manhã dessa segunda-feira (11), Marco Pigossi, 33 anos, concedeu uma entrevista ao jornal “O Globo” e contou sobre seu processo de se descobrir gay. Vale lembrar que o ator se assumiu publicamente no ano passado e, desde então, se livrou do estereótipo de galã hétero.

    ++ Marco Pigossi estará no elenco de série derivada de “The Boys”

    Um processo solitário e dolorido

    Em um bate-papo com a jornalista Maria Fortuna, Marco disse que na escola e em casa se escondia. Com seus pais, por exemplo, ele conta que nunca teve abertura para conversar sobre o assunto. Por isso, a solidão o acompanhou durante todo esse tempo: “Eu rezava, pedia a Deus para me consertar. A homofobia é tão enraizada que, por mais que a gente assuma, ainda vai lidar com o preconceito interno.”, relembra ele logo a princípio.

    Posteriormente, durante a conversa, o ator também lembrou que exagerava no aperto de mão viril, para que ninguém suspeitasse: “(…) foi uma maneira de me proteger. Mas, hoje, aquela sombra de ‘não desliza’ desapareceu.“, contou.

    Privilégios

    Pigossi ainda revelou que aceitava fazer papéis héteros na televisão para se proteger e refletiu sobre privilégios: “Vesti a máscara hétero, sempre fui observado pela beleza. Fiz esse personagem hétero para me esconder, o que deixou minha vida mais confortável. E sou branco, privilegiado, classe média, filho de médicos. Imagina quem está na favela, é negro…“, disse ele.

    ++ Marco Pigossi assume romance com diretor italiano: “Chocando zero pessoas”

    O teatro, a salvação

    Na escola, Marco disse não descia para ir ao recreio e até dispensou uma viagem de formatura, pois se sentia envergonhado. O ator confessou na entrevista que sua salvação veio através do teatro: “Conheci corpos gays ali. Era um alívio deixar de ser eu. O que era uma fuga, mas carregada de carga cultural, do despertar como pessoa.“, afirmou.

    O poder da autoaceitação

    Atualmente Pigossi diz que é fundamental fazer as pazes com você mesmo para conseguir se aceitar e viver uma vida saudável: “A pessoa que se aceita e está feliz com o que é conhece uma força enorme (…)., avaliou.

    Relacionamento com a família

    Em um relacionamento com o cineasta italiano Marco Calvani, o ator contou como foi apresentá-lo à família: “Com meu pai, é sempre tenso, não há naturalidade. Ele nunca vai me pegar pelo braço e se unir nessa causa. Diferentemente do amor incondicional da minha mãe.“, disse.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    - Publicidade -

    Mais Recentes