Entretenimento, Cultura e Lazer

Câmara aprova Lei Paulo Gustavo, e Déa Lúcia debocha de Mario Frias: ‘Mico’

Mãe de Paulo Gustavo (1978-2021), Déa Lúcia debochou nesta quinta-feira (24) do secretário especial da Cultura, Mario Frias, após a Câmara dos Deputados aprovar o projeto de lei que leva o nome do humorista e prevê a aplicação de quase R$ 4 bilhões para ajudar o setor cultural a amenizar os efeitos da pandemia de Covid-19. 

“Mario Frias, mais um mico. Grande secretário. 411 votos favoráveis e 27 contrários”, disse Déa em seu perfil oficial do Instagram. Às 20h30, a mensagem já havia sido curtida por mais de 2.400 pessoas entre famosos e anônimos. 

Bruno Gagliasso, Preta Gil, Mônica Martelli, Jesus Luz e Lucio Mario Filho foram algumas personalidades que parabenizaram a mãe do artista e a aprovação do projeto, que retorna para o Senado –houve a inclusão de duas emendas– e, depois, segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Na Câmara, o projeto recebeu 411 votos favoráveis e 27 contrários. 

++ Maria Lina fala sobre os pais após mãe de Whindersson Nunes detonar família

O comentário de Déa é uma resposta a declarações dadas pelo secretário especial da Cultura e pelo secretário da área de fomento, André Porciuncula, em live realizada em 14 de fevereiro com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Na ocasião, eles afirmaram que governo não é caixa eletrônico para os artistas. 

A lei homenageia Paulo Gustavo, que morreu aos 42 anos de Covid em maio de 2021. Ele era casado desde 2015 com o médico Thales Bretas e deixou os filhos gêmeos Gael e Romeu. 

Não deixe de curtir nossa página   no  Facebook  e também  no  Instagram  para mais  notícias  do JETSS.