Entretenimento, Cultura e Lazer

No Faro, Erasmo é metralhado por falas machistas em ‘A Fazenda 13’: ‘Muito triste’

Erasmo Viana, eliminado da semana de A Fazenda 13, foi metralhado no palco do Hora do Faro neste domingo (7). O ex-peão foi confrontado por suas falas machistas no reality show da Record e admitiu arrependimento pelas grosserias com as mulheres do confinamento. “Muito triste”, assumiu. 

No palco do dominical, o influenciador digital explicou inicialmente qual a relação que tinha com Erika Schneider. Afinal, os dois tiveram mesmo um affair antes do confinamento.  “Primeiramente, ela não é minha ex. Em nenhum momento falei [isso]. Eu posso ter falado como ex-paquera. Até porque a gente teve um relacionamento de três ou quatro vezes, no máximo. Não considero isso como ser uma ex”, iniciou. 

“O que aconteceu foi que ela foi meu primeiro relacionamento exposto após a minha separação. Foi a primeira pessoa com quem eu me relacionei e as pessoas souberam. Por isso, acho que colocaram ela como minha ex”, explicou. 

Para Rodrigo Faro, o ex-marido de Gabriela Pugliesi lamentou ter chamado a ex-bailarina do Faustão de “vazia”. “Falei e me arrependo muito de ter exposto ela dessa forma. Admito que expus ela demais no sentido dessa opinião que dei sobre ela ser superficial e limitada para argumentar. É uma opinião que eu tenho sobre a pessoa e não significa que eu a ache mau-caráter, falsa ou ruim. Fui franco demais”, observou. 

++ Gil do Vigor agradece carinho dos fãs em época de provas: ‘Vocês são minha força’

Questionado pelos jornalistas Leo Dias, Keila Jimenez e Chico Barney, Viana ainda precisou explicar o que quis dizer quando disse que “mulher era para procriar” dentro do reality de peões. “Falei isso? Meu Deus do céu. [Frase] muito pesada”, exclamou. 

“Quando eu estava tentando falar sobre homem e traição, tinha um médico amigo meu que estava dando a explicação histórica dos homens das cavernas. Ele deu o ponto de vista histórico e científico”, considerou, sendo cortado pelos comunicadores. 

Questionado se tem arrependimento de tal embasamento machista, o empresário reconheceu o erro em suas expressões. “Óbvio que tenho que me arrepender. Tanto que fiquei muito triste e reflexivo durante duas semanas. Na verdade, não [me senti] nem injustiçado. Eu queria entender porque fui chamado de machista pela Liziane [Gutierrez] e pelo Mussunzinho. Fiquei fazendo um feedback sobre em que momento posso ter sido machista”, declarou. 

“Teve um momento no trato com os animais em que fui o primeiro a pegar a vaca de chifre e senti medo. E eu disse que ‘tem que ter culhão para fazer’. É uma expressão machista, mas todo mundo fala. Significa que tem que ter coragem para fazer”, disse, repetindo a falha. 

No palco do dominical, Viana também reconheceu que a pior briga que teve em A Fazenda foi com Solange Gomes, a quem chamou de “preguiçosa” e a definiu como mulher à espera de um homem que a bancasse. “Me arrependo de ter falado aquelas coisas para ela. Me arrependo tanto de falar quanto de pensar, porque julguei ela”, finalizou. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.