Entretenimento, Cultura e Lazer

Juliette fala sobre faixas de disco e lembra ‘BBB’: ‘Lá dentro eu não cantava com pretensão de ser cantora’

Campeã do ‘BBB21’, Juliette Freire saiu da casa mais vigiada do Brasil abraçada pelo público, queridinha das marcas, já virou apresentadora e até lançou seu primeiro disco, que teve produção de ninguém menos que Anitta — hoje, aliás, uma das melhores amigas da paraibana. 

A afinação de Juliette já chamava atenção dentro do reality show, tanto dos companheiros de confinamento quando do público. Mas nada foi planejado: é o que garante a própria ex-BBB. “Lá dentro eu não cantava com a mínima pretensão de ser cantora. Tanto que, quando eu saí e as pessoas me viam como uma cantora, eu ficava: ‘Sério?’. E (ficava) sem graça. Até hoje eu estou nesse processo de me entender como uma cantora. Quando eu saí (do ‘BBB’), o meu EP já estava praticamente pronto, os meus amigos já tinham algumas músicas, já existiam algumas músicas que outros artistas tinham mandado e Anitta tinha algumas favoritas”, contou Juliette no projeto “Faixa a Faixa”, da plataforma Deezer. 

Ainda no projeto “Faixa a Faixa”, Juliette falou um pouco mais sobre algumas faixas. Veja abaixo! 

++ Ex de novo affair de Juliette abre perfil na web e mantém fotos com o produtor: ‘Tranquilo não está’

“Bença”, que abre o disco, produzida por dois amigos de Juliette: “A música foi feita por Zeca, meu produtor, e Daniel, que é irmão da Deborah, minha amiga. São pessoas que conhecem minha história, a forma como eu penso e meu gosto musical. O que eles fizeram foi contar a minha história através daquela música, da minha vida como da época do programa. Ela fala sobre minha mãe, preconceito, sobre benção, coragem e tudo que preguei na minha vida”. 

“Doce”: “(Esta múisica) É tipo uma sinestesia. Ela fala várias coisas doces e faz um duplo sentido ali com sensualidade, com safadeza e poesia. É tipo um xote, uma música mais gostosinha e sensual”. 

“Benzin”: “Música que te abraça e dá colo”. 

“Sei lá”: “Ela é um xotezinho, fala de romance mas ao mesmo tempo de melancolia, uma melancolia bonitinha. Eu gosto muito dela, toda vez que eu escuto eu imagino que estou numa rede, na praia, bem gostosinha de ouvir” 

“Vixe”, a última do EP: “Dançante, safadinha e dica na cabeça. Ela é uma forte candidata pra gente gravar o clipe, o segundo clipe vai ser escolha da galera, a segunda mais tocada depois de ‘Diferença Mara’ vai ter clipe”. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.