Entretenimento, Cultura e Lazer

Arthur Nory se pronuncia sobre caso de racismo: “Até hoje pago por isso”

Nesta semana, o nome do ginasta Arthur Nory apareceu nos Trending Topics do Twitter após internautas relembrarem um caso de racismo envolvendo o atleta em 2015.

Na ocasião, Nory e os ginastas Fellipe Arakawa e Henrique Flors apareceram em vídeo fazendo comentários racistas contra Angelo Assumpção, que fazia parte da mesma equipe que eles.

Na quarta-feira (20), o atleta se defendeu: “É normal tanto xingamento, ódio e desejar o mal aqui no Twitter?”, questionou Nory.

Valesca Popozuda aproveitou para rebatê-lo: “Não é. Mas quando a gente erra, é melhor assumir o erro e pedir desculpas. Porque aqui no Twitter ninguém passa pano mais não. Vamos melhorar o discurso e assumir os erros. Beijos e boa sorte”, escreveu a funkeira.

Nory, então, respondeu: “Eu errei e eu assumi. Paguei por ele e, até hoje, pago por isso! Nunca escondi meu erro e sempre busquei conhecimento para me tornar uma pessoa melhor. Eu não sou o mesmo de cinco anos atrás”.

Minutos depois, Arthur Nory deletou a sua conta na rede social.

++ “Bom pra ver quem torce contra”, diz Pocah sobre briga com noivo, Ronan

Entenda o caso

No polêmico vídeo, Arthur Nory e Felipe Arakawa faziam comentários racistas sobre Angelo Assumpção. O ginasta também aparece na gravação, mas de forma constrangida com as ofensas dos colegas.

“Seu celular quebrou: a tela quando funciona é branca… quando ele estraga é de que cor?”, pergunta Nory. “Preto!”, dizem outros atletas. A turma prossegue: O saquinho do supermercado é branco … e o do lixo? É preto!”.

Oos ginastas tentam fazer as pazes com Angelo durante o vídeo, mas ele parece não querer conversar com os companheiros. “Não gosto de falsidade”, disse.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS