Entretenimento, Cultura e Lazer

Patrícia Abravel é criticada por minimizar acusações de homofobia contra Rafa Kalimann

Patrícia Abravanel causou polêmica com comentários a respeito da situação envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann, que aconteceu no início desta semana. No programa “Vem pra cá” do SBT, desta terça-feira (01), a apresentadora minimizou o crime de homofobia e pediu compreensão com as pessoas que “ainda estão aprendendo”.

++Namoro ou amizade? Gilberto entrega conversa com Lucas após beijo no BBB21

“Eu acredito que nós, mais velhos, e nós que fomos educados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo, a gente está se abrindo, mas eu acho que é um direito também das pessoas respeitarem. Por que não concordar em discordar?”, perguntou Patrícia. Ela afirmou que não achou os dois atores preconceituosos e homofóbicos. “Eu acho que eles realmente foram educados de uma outra maneira”.

“Então, assim como ‘LGDBTYH’, não sei, querem respeito, eu acredito que eles tem que ser mais compreensivos com aqueles que hoje ainda não entendem direito e estão se abrindo pra isso”, ela continuou. “É muito difícil educar filhos e falar assim ‘que que eu vou falar pro meu filho? Como falar?’ Porque a gente não sabe lidar. Tem que ter respeito e compreensão e não massacre e cancelamento”, finalizou.

++Gilberto rebate Rafa Kalimann após vídeo homofóbico

Patrícia ainda afirmou que este seria o jeito de se chegar em um mundo sem homofobia e discussão. No Twitter os internautas responderam aos comentários da apresentadora, criticando em massa seu pensamento e chamando de ultrapassado e preconceituoso.

Neste domingo (30), Rafa Kalimann e Caio Castro foram repreendidos por seus seguidores, depois de compartilharem um vídeo de um pastor que pregava respeito pela comunidade, mas dizia não concordar com eles ou acreditar em seus valores. Os dois se posicionaram através de suas redes sociais sobre o ocorrido.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS