İstanbul escort bayan sivas escort samsun escort bayan sakarya escort Muğla escort Mersin escort Escort malatya Escort konya Kocaeli Escort Kayseri Escort izmir escort bayan hatay bayan escort antep Escort bayan eskişehir escort bayan erzurum escort bayan elazığ escort diyarbakır escort escort bayan Çanakkale Bursa Escort bayan Balıkesir escort aydın Escort Antalya Escort ankara bayan escort Adana Escort bayan

More

    PIB 2023: Agro impulsiona crescimento em 15,1%, mas economia desacelera no fim do ano, informa IBGE

    Data:

    O ano de 2023 foi marcado por um crescimento de 2,9% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, resultado muito próximo ao de 2022 (3%). 

    ++Concurso Caixa: Inscrições abertas para 4.000 vagas com salários até R$ 14.915,00

    O desempenho do setor agropecuário foi o grande destaque, com um aumento de 15,1%, impulsionado pela safra recorde de grãos, especialmente soja e milho. 

    ++Mercado de trabalho em alta: Taxa de desemprego cai para 7,6% em janeiro de 2024

    Essa performance beneficiou não apenas a agropecuária, mas também as exportações (9,1%), a indústria de alimentos e segmentos de serviços ligados à produção e logística agrícola, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (1º). 

    O segundo semestre apresentou uma desaceleração gradual da economia, principalmente devido à elevação da taxa básica de juros, a Selic. 

    Apesar disso, o setor de serviços, principal da economia brasileira, permaneceu resiliente, crescendo 2,4% no ano. 

    O consumo das famílias, impulsionado por estímulos fiscais como o reajuste do salário mínimo e a expansão do Bolsa Família, também contribuiu para o crescimento, com alta de 3,1%.

    No quarto trimestre, a economia permaneceu estável em relação ao trimestre anterior, mas com desaceleração em setores importantes:

    Serviços: 0,3%

    Consumo das famílias: -0,2%

    Os investimentos foram o ponto fraco do ano, com uma queda de 3%. Essa queda pode ser explicada pela incerteza do cenário político e econômico.

    Destaques do PIB 2023:

    Agropecuária: 15,1% (grande destaque)

    Serviços: 2,4%

    Consumo das famílias: 3,1%

    Exportações: 9,1%

    Investimentos: -3%

    As perspectivas para 2024 são de um crescimento moderado da economia brasileira, em torno de 2%. O desempenho da economia dependerá da evolução da taxa de juros, do cenário político e da recuperação do mercado de trabalho.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    - Publicidade -

    Mais Recentes