Entretenimento, Cultura e Lazer

‘Bel para Meninas’: Pais voltam a se pronunciar: “Nunca batemos nas nossas filhas”

Após todos os vídeos do canal “Bel para Meninas” serem excluídos do Youtube por ordem da justiça, os pais da menina, Fran e Maurício, voltaram a se pronunciar através de um vídeo publicado na rede social.

++ ‘Caso Bel para meninas’: MP é acionado após público denunciar mãe de Bel

Intitulado “Nossa História”, os pais da menina Bel, de 14 anos, falaram sobre como começaram a gravar os vídeos para o canal e sobre como têm recebido as críticas das últimas semanas, envolvendo um possível abuso em relação às filhas.

“Do dia para noite nós vimos nossa vida desmoronar, despencar, por conta de umas fake news que impulsionaram e que evoluiu de forma esquisita. Sempre tivemos muitos elogios,
comentários lindos, nunca precisei moderar, sempre recebemos muito amor e aí vimos nosso mundo, família, ser atacada, acusada, julgada, de uma forma covarde, monstruosa, sendo que são só mentiras que falam da gente, nada disso é verdade”, disse a mãe.

“Nossas filhas são felizes, alegres e pela primeira vez estão vendo a maldade, crueldade desse mundo. Temos recebido agressões nos acusando de coisas absurdas. Há 8 anos a gente grava videos pro youtube. Começou com os penteados para meninas, porque quando a Bel era pequena, cada dia eu fazia um penteado nela para ir para a escola e começaram e me perguntar como eu fazia”, contou.

Nunca tive a intenção de ser famosa, ganhar dinheiro, queria compartilhar os penteados, só isso. Depois, a Bel queria um canal dela para brincar e mostrar seus brinquedos. Queríamos fazer uma coisa que todo mundo pudesse fazer junto com coisas em casa, brincadeiras”.

“Somo uma família normal, simples, levamos as crianças na escola, trabalhamos editando os vídeos, vamos aos mercados, não somos artistas, famosos, mas onde a gente vai, a gente recebe carinho. Na nossa última viagem à Portugal, diversas vezes fomos abordados na rua com carinho, não tínhamos dimensão do alcance dos nossos vídeos”, contou Fran.

“Hoje são 4 mil vídeos e se em algum deles, alguma coisa pareceu ruim e infeliz, nunca foi a nossa intenção. Eu nunca bati nas minhas filhas, nunca coloquei de castigo. Fui criada com muita rigidez, apanhava por nada, prometi para mim que quando eu tivesse minha família tudo ia ser diferente, eu nunca ia fazer isso, nunca fiz”.

“Pela primeira vez estamos vivendo um horror. Nossas filhas conheceram a agressão diante dessa campanha covarde, infeliz, mentirosa, que veio para atacar a gente. Estamos tristes, nossas filhas estão tristes”, disse, chorando.

Por fim, Fran falou que a filha foi impedida de aparacer em gravações pela Justiça: “A Bel não está aqui com a gente agora porque ela não pode, não é permitido, não é por nós. Ela quer muito falar, ela queria muito estar aqui, mas ela não pode falar publicamente por isso ela não está aqui”.

O vídeo já conta com mais de 700 mil visualizações.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS