Entretenimento, Cultura e Lazer

As olimpíadas de inverno são mesmo para os brasileiros? Veja por que você deve segui-lo.

Atletas brasileiros campeões olímpicos em 2008 foram convidados a visitar as instalações para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. Eles ficaram devidamente impressionados enquanto isso, ficamos de olho nas possibilidades de medalha para o Brasil nos próximos jogos de inverno.

O Brasil conquistou o 12º lugar no quadro de classificação das Olimpíadas de 2020, a melhor posição da história e um recorde de ouros conquistados. O total de medalhas em uma só edição também é um recorde brasileiro em Olimpíadas. Mas há quem duvide que o ‘país tropical’ tenha o mesmo desempenho nos jogos de inverno. Até lá alguns dos nossos campeões olímpicos visitaram as instalações em Pequim, onde conquistaram o ouro para o Brasil em 2008.

Visitando um passado de triunfo
Em 16 de agosto de 2008, no Centro Aquático Nacional de Pequim, Cesar Cielo conquistou o ouro nos 50m livres com um tempo de 21,30 segundos. Cielo bateu o recorde olímpico, deixando para trás dois nadadores franceses. O Primeiro e ainda único campeão olímpico de natação do Brasil visitou o interior do ginásio onde fez história. A estrutura que agora é conhecida como “Cubo de gelo” foi completamente transformada. A piscina de 50 metros onde Cielo bateu o recorde olímpico está sendo substituída por pistas de gelo para sediar as competições de curling nos Jogos de Inverno de 2022.

A atacante Marianne Steinbrecher garantiu o primeiro ouro olímpico junto com a seleção brasileira de vôlei em uma derrota contra o time dos Estados Unidos por 3 sets a 1. Um belo presente de aniversário para recuperar a decepção dos jogos de 2004. A atleta visitou o estádio onde o ouro foi conquistado, Capital Indoor Stadium, que foi completamente reformado 40 anos depois da sua construção para sediar as competições em 2008. O local passa por uma nova transformação para os jogos de 2022, para abrigar a patinação artística e patinação de velocidade.

Maurren Higa Maggi executou corrida e o salto com perfeição na final feminina de salto em distância em 2008, registrando um salto de 7,04m. Ninguém mais foi capaz de superar a marca de Maggi.

Como primeira atleta brasileira a conquistar o ouro olímpico no atletismo, Maggi visitou o Ninho do Pássaro, que sediará as Cerimônias de Abertura e Encerramento novamente.

Boas-vindas para a nova geração de atletas
Além de visitar a betting.com para os bônus de boas-vindas, saudar a próxima geração de que busca por medalhas nos próximos jogos de inverno também é uma ótima ideia. Ficar de olho nas etapas eliminatórias e torcer pela sexta vitória seguida na opa América de sketleton soa promissor. Foi o que conquistou a atleta brasileira Nicole Silveira no último domingo.
A atleta acumulou 5 vitórias seguidas na competição e busca uma vaga nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. Michel Macedo também busca por uma vaga nos próximos jogos de inverno e foi o melhor Sul-americano no esqui alpino da Nor-Am Cup, competição foi realizada no Estados Unidos.