More

    Disney e governo da Flórida dão fim à briga de 2 anos

    Data:

    Chegou ao fim uma disputa entre a Disney e o governo da Flórida, nos Estados Unidos, depois de mais de dois anos de brigas que começaram por divergências ideológicas e terminaram na Justiça.

    ++ Em mais uma viagem internacional, Lula participará da Cúpula do G7 esta semana

    Assim, as duas partes chegaram a um acordo que significará o cancelamento do processo judicial e um investimento, por parte da Disney, de US$17 bilhões no estado (cerca de R$91 bilhões) que deve incluir a construção de um novo parque temático.

    Na segunda-feira (12), um conselho do governo da Flórida que supervisiona os parques temáticos da Disney anunciou um acordo de 15 anos com o grupo de entretenimento.

    A saber, a briga começou em 2022, quando a Disney se manifestou publicamente contra a lei “Don’t Say Gay” (“Não Diga Gay”).

    ++ Explorando o diferente: Veja grandes filmes de ficção científica lançados nos últimos 5 anos

    A polêmica medida, sancionada naquele ano pelo governador ultraconservador Ron DeSantis, proíbe qualquer tipo de educação sexual em escolas da Flórida.

    Dessa forma, seguindo uma onda de críticas públicas, a Disney, maior empregador do estado norte-americano, se opôs fortemente à medida, de autoria de DeSantis, e disse que iria à Justiça para combatê-la.

    Como retaliação, o governador retirou benefícios fiscais e tomou o controle do distrito autónomo da Disney World — desde 1967, a Disney tinha o status de distrito autônomo na Flórida, o que significa que a região onde ficam os parques e resorts da empresa tinha um governo próprio, com autonomia do governo estadual da Flórida.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss

    Mais Recentes