Entretenimento, Cultura e Lazer

Bayer e Curevac produzirão vacina de última geração contra covid-19

A alemã Curevac irá produzir vacina com a tecnologia RNA mensageiro (Foto: Daniel Schludi / Unsplash)
A alemã Curevac irá produzir vacina com a tecnologia RNA mensageiro (Foto: Daniel Schludi / Unsplash)

A multinacional farmacêutica alemã Bayer anunciou hoje (07), que firmou um acordo de colaboração e serviço com a também farmacêutica alemã Curevac para o apoiá-la no desenvolvimento, produção e comercialização de sua vacina contra a covid-19, atualmente na última fase de testes clínicos. A Curevac é uma empresa especializada na tecnologia de RNA mensageiro (ácido ribonucleico), ou mRNA, que é a sequência codificada para um antígeno (substância que desencadeia a produção de anticorpos) específico da doença, que leva o corpo a ter uma resposta imune.

A parceria se assemelha à existente entre a farmacêutica americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã Biontech. Sob os termos do acordo, a Bayer apoiará a empresa com operações em países da União Europeia (UE) e mercados adicionais selecionados. A Bayer ainda poderá atuar como titular da autorização de introdução no mercado em outros locais fora da Europa.

A Comissão Europeia já assinou contrato com esta ‘start-up’ alemã especializada em RNA mensageiro, para a compra de 405 milhões de doses, e o banco estatal alemão KfW adquiriu no ano passado uma participação de 23% na CureVac.

Franz-Werner Haas, presidente executivo da CureVac, diz que espera que esta aliança ajude a “tornar a vacina candidata CVnCoV ainda mais disponível para o maior número de pessoas possível”. Em entrevista concedida à AFP em dezembro, Haas explicou que apostava numa vacina contra a Covid-19 mais fácil de armazenar do que as dos seus principais concorrentes, a dupla Pfizer/BioNTech e a empresa Moderna, cujos produtos foram os primeiros a receber autorizações de comercialização. “A vacina candidata da CureVac permanece estável por pelo menos três meses na temperatura de um frigorífico”, disse Haas.

A Curevac promete que sua vacina será mais fácil de armazenar do que as de concorrentes como Pfizer e Moderna, que usam a mesma tecnologia de RNA mensageiro e já receberam autorizações de uso emergencial e estão sendo usadas na Europa e nos Estados Unidos.

Curta nossa página no Facebook  e no Instagram para mais notícias do JETSS.