Entretenimento, Cultura e Lazer

Marcas de luxo doam 300 milhões de euros para reconstrução da Notre-Dame

 

Nesta segunda-feira (15), o mundo foi pego de surpresa com a triste notícia de que um incêndio atingiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris.

++ Famosos do mundo todo lamentam incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Paris

A igreja, que tem mais de 800 anos, teve dois terços do seu telhado queimado e sofreu danos quase que irreversíveis após o fogo tomar conta da estrutura. A tragédia chocou o mundo e chamou a atenção de marcas de luxo famosas.

A família do bilionário francês Bernard Arnault, dona da marca de luxo LVMH, se prontificou a doar 200 milhões de euros (cerca de R$ 880 milhões) para a reconstrução da catedral de Notre-Dame.

“A família Arnault e o grupo LVMH gostariam de mostrar suas solidariedade diante desta tragédia nacional. Vamos nos juntar aos esforços para reconstruir esta catedral extraordinária, símbolo da França, de sua união e de seu legado”, diz comunicado do grupo compartilhado no Instagram da marca.

François Henri Pinault, líder da companhia de bens de luxo Kering, também anunciou uma doação de 100 milhões de euros (cerca de R$ 440 milhões) para a reconstrução da catedral.

Além das marcas de luxo, a icônica igreja contará com mais ajuda. O líder na União Europeia Donald Tusk pediu aos países-membros que ajudem a França a reconstruir a Notre-Dame: “Está em jogo muito mais do que ajuda material. O incêndio na Notre-Dame novamente nos faz perceber que estamos ligados por algo mais importante e profundo do que ameaças”, disse.

O secretário de Estado do Interior Laurent Nuñez afirmou à imprensa que o fogo foi controlado na Catedral de Notre-Dame por volta das 7h desta terça (2h do horário de Brasília). A preocupação agora é saber como a estrutura foi afetada pelo incêndio gravíssimo.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS