Entretenimento, Cultura e Lazer

Eva Longoria lança nova série de TV ‘Devious Maids’ – A série americana estreia neste domingo (23).

Prestes a estrear no canal americano Lifetime TV, ‘Devious Maids’, uma nova série de drama que segue o estilo das novelas, é produzido por Eva Longoria, e fala sobre cinco empregadas latinas trabalhando para uma família rica de Beverly Hills. No centro da controvérsia estão os críticos, que acusam o programa de perpetuar estereótipos negativos, e os criadores da série, que dizem que esta é apenas uma representação honesta dos latinos na América.

Ana Ortiz, uma das cinco estrelas do programa, estava presente na festa de lançamento, que aconteceu esta semana, no elegante Bel Air Bay Club, ela conversou com o Us Weekly e admitiu também ter ficado um pouco decepcionada com o tema da série. “Honestamente, eu tive a mesma reação. Quando li o roteiro pela primeira vez eu pensei ‘Sério?’”

Após estudar o roteiro e se encontrar com o criador da série, Marc Cherry (o gênio por trás da série de imenso sucesso que é Desperate Housewives), Ana mudou de ideia. “Eu rejeito a ideia de que se uma mulher, uma pessoa, um ser humano é uma empregada então ela não merece ter sua história contada. Eu simplesmente não aceito que você tenha que ser um médico ou advogado para ser um herói”, ela argumenta.

Na verdade, a avó de Ana era uma empregada! “Ela é uma inspiração”, diz Ana. “Nós temos a responsabilidade de dar vida a essas personagens de forma sincera e honesta. Elas são engraçadas, sexy, trágicas, tudo isso, e veja bem, minha avó era TUDO isso! E ela trabalhou muito e conseguiu criar sua família. Ela segurava todas as pontas, ela pagou a faculdade do meu pai, ele foi para a Faculdade de Direito da Columbia, e se isso não é sucesso, então o que é?”

A produtora executiva Eva Longoria, que há apenas algumas semanas recebeu seu mestrado em Estudos Chicanos, recentemente escreveu defendendo o programa. “Eu me orgulho do fato de que esse é o primeiro programa com um elenco principal feito só de latinas. Orgulho-me do fato de que essas personagens não são superficiais ou limitadas aos seus cargos”.

– Traduzido por Melissa Piroutek