More

    Traficante brasileiro é preso no México após mulher compartilhar localização na redes sociais

    Data:

    O traficante brasileiro Ronald Roland, suspeito de abastecer cartéis de drogas no México e comandar um mega esquema de lavagem de dinheiro, foi preso pela Polícia Federal na última semana.

    ++Fraude bancárias do grupo Americanas já contabilizam mais de R$ 25 bilhões no país

    A captura ocorreu após sua segunda mulher, Andrezza de Lima Joel, compartilhar a localização do casal através das redes sociais.

    ++Jovem fica com o rosta desfigurado após ser baleado na boca pela polícia em Caldas Novas (GO)

    Andrezza, proprietária de uma loja de biquínis no Guarujá, litoral de São Paulo, foi identificada como parte do esquema de lavagem de dinheiro, tendo inclusive adquirido um avião de R$ 3 milhões através da empresa.

    O casal foi encontrado dormindo em um prédio no Guarujá, e Ronald foi detido junto com sua esposa e filha.

    Segundo a PF, Roland movimentou cerca de R$ 5 bilhões em cinco anos. A operação resultou na apreensão de dinheiro, joias, armas, 34 carros, um barco e dois aviões, além da prisão de oito pessoas em sete estados brasileiros.

    Andrezza era conhecida por compartilhar nas redes sociais as viagens em jatos particulares do casal, o que levou à exposição de Ronald pela segunda vez. Em 2019, ele foi localizado pela Interpol após sua então esposa divulgar sua localização na Zona Leste de São Paulo.

    Roland, de 50 anos, tem um histórico criminal extenso, incluindo crimes como sonegação de impostos, corrupção ativa, associação criminosa e falsidade ideológica. Desde 2012, estava sob monitoramento da PF por envolvimento com o tráfico internacional de drogas, associado a grandes narcotraficantes da América do Sul, Central e México.

    A defesa de Ronald e Andrezza ainda não se manifestou sobre o caso, aguardando acesso ao processo completo.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss

    Mais Recentes