More

    Clínica odontológica é investigada por abandonar pacientes banguelos no meio de tratamentos no DF

    Data:

    A Polícia Civil de Goiás (PCGO) está investigando uma clínica odontológica em Valparaíso de Goiás, no Entorno do DF, por supostamente abandonar pacientes no meio de tratamentos dentários, gerando constrangimento e prejuízo financeiro aos clientes. As vítimas registraram boletins de ocorrência e buscaram a Justiça para recuperar as quantias perdidas, além de buscar indenizações por danos físicos e emocionais.

    ++Traficante brasileiro é preso no México após mulher compartilhar localização na redes sociais

    Rubiane Marques, 45 anos, iniciou um procedimento de implante dentário há mais de um ano e relata sua experiência: “Em maio de 2023, fiz um implante dentário. Colocaram uma prótese removível, mas em um novo procedimento colocaram uns alargadores na minha gengiva, impedindo o uso de outra prótese. Desde então, estou assim, sem poder comer direito e cheia de pinos na boca”, detalha a assistente social.

    ++Fraude bancárias do grupo Americanas já contabilizam mais de R$ 25 bilhões no país

    Ela acrescenta: “Não tenho mais vida social, isso acaba com minha autoestima; tenho vergonha.”

    Rubiane conta que a clínica constantemente adiava seu retorno e, quando era para colocar uma prótese definitiva, apresentava várias justificativas para não prosseguir com o tratamento.

    “Sempre tinham desculpas. Marcavam e remarcavam o tempo todo. Quando pensei que estava perto de terminar meu tratamento, começaram a dizer que minha prova estava errada porque eu mordi de forma errada. Desde então, em vez de remarcar, deram desculpas, dizendo que o dentista estava doente, com atestado, e nunca marcavam na agenda”, desabafa Rubiane.

    A situação se arrastou até o fechamento repentino da clínica por mais de um mês, sem resposta às mensagens dos pacientes.

    Outra paciente, que prefere não se identificar, relata situações semelhantes e um prejuízo financeiro significativo, tendo pago antecipadamente R$ 12 mil. Ela realizou procedimentos de limpeza e restauração na clínica, mas aguardou por mais de um ano pelo implante dentário.

    Com o tratamento interrompido, os dentes da paciente acabaram infectados. “Eles também me enrolaram. Enviei mensagens pelo WhatsApp e sempre me pediam para esperar, dizendo que a clínica estava temporariamente fechada e sob nova gestão. Disseram que, quando recebessem autorização para reabrir no shopping, retomariam os atendimentos”, explica a cliente.

    Meses se passaram aguardando o retorno das atividades da clínica. Mesmo após a reabertura, não houve solução para seu caso. “Continuam dizendo que vão retomar o tratamento, mas não dão uma data específica”, lamenta.

    Traumatizada pela experiência, a paciente desistiu do tratamento na clínica por falta de confiança. “Apesar das promessas de retorno, não continuarei lá. Meus dentes estão todos inflamados por causa da empresa. Preciso tomar remédios para aliviar a dor”, desabafa.

    O caso está sendo investigado pela PCGO.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss

    Mais Recentes