Entretenimento, Cultura e Lazer

Estudo indica que Covid pode causar lesões oculares

Um estudo brasileiro conduzido pela Escola Paulista de Medicina (EPM/Unifesp) apontou que pessoas com Covid-19 grave podem desenvolver lesões vasculares nos olhos. Foram analisados 104 pacientes internados em UTIs e descobriram que 12,9% apresentaram comprometimento vascular da retina e 3% sofreram danos permanentes na visão.

A pesquisa que foi publicada na revista científica Ocular Immunology and Inflammation Journal, utilizou voluntários que estavam internados no Hospital Municipal de Barueri, em São Paulo. Os danos observados foram microtrombos e hemorragias, às vezes em ambos os olhos.

Os pesquisadores também identificaram a presença de conjuntivite em pacientes com quadros agudos da Covid-19 e constataram que as lágrimas dos infectados pelo vírus podem contaminar outras pessoas.

O professor de oftalmologia da EPM/Unifesp e presidente da Academia Nacional de Medicina (ANM), Rubens Belfort Jr, explicou que tanto pacientes intubados quanto os que respiravam sem ajuda externa apresentaram as lesões. Não houve diferença nos medicamentos que foram ministrados a cada um.

++ Covid-19: variante japonesa pode ser mais resistente a vacinas

Os problemas oculares em pacientes com a Covid pode servir como um biomarcador de possíveis complicações no sistema nervoso e isso é uma grande preocupação dos médicos:  “A retina é como uma janela para o que acontece no corpo da pessoa com Covid-19, em especial o cérebro”, afirmou Rubens Belfort.

O estudo não chegou a uma conclusão se a retina é afetada diretamente pelo novo coronavírus, pela inflamação causada por ele, por problemas de coagulação causados pela doença ou todos os fatores combinados. Também não se sabe se os danos oculares identificados acontecem em pacientes com quadros moderados ou leves da Covid-19.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.