Entretenimento, Cultura e Lazer

Saúde vai receber apenas 30% das doses de Coronavac esperadas para fevereiro

Na noite de quinta-feira (18), o Ministério da Saúde informou que o Brasil vai receber apenas 30% das doses de CoronaVac previstas para fevereiro. Era esperado que o ministério tivesse 9,3 milhões de doses para o mês de fevereiro. Porém, o Instituto Butantan vai enviar apenas 2,7 milhões de doses.

++ Primeira reinfecção por Covid-19 no Brasil foi em julho, revela estudo

Para o Instituto o atraso se deve à relação diplomática do Brasil com a China que não está das melhores. Isso acabou gerando um atraso na entrega de matéria prima para a produção das vacinas. O Ministério da Saúde afirma que o atraso foi notificado à pasta apenas nesta quinta-feira por meio de um ofício. 

Porém o Butantan insistiu que a culpa desse atraso se da a irresponsabilidade do governo em manter um acordo com o governo chinês. Vários estados já discutiram o atraso da vacinação por causa da falta de vacina. A pasta da saúde acredita que com a menor quantidade das doses os grupos prioritários terão de ser revistos.

++ Primeira vacinada do Brasil recebe segunda dose

Em nota, o ministério relata que a quebra da expectativa de doses, torna difícil cumprir o cronograma divulgado na quarta-feira (17) pelo ministro Eduardo Pazuello. Na reunião com gestores estaduais na quinta, foi prevista a inclusão de novos grupos prioritários na campanha. Esses grupos serão analisados novamente devido à mudança de planos.

Durante a reunião, Pazuello voltou a afirmar que toda a população será vacinada ainda esse ano. Contudo, ele apresentou em seu plano a inclusão de vacinas que ainda não possuem registros. Além de ignorar os atrasos e a demora de insumos para a produção da CoronaVac.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS