Entretenimento, Cultura e Lazer

Governo afasta necessidade de cartão para vacinação contra a Covid-19

Autoridades de saúde do governo emitiram um comunicado afastando a necessidade do Cartão de Vacinação na campanha de vacinação contra a Covid-19. (Foto: Pixabay)
Autoridades de saúde do governo emitiram um comunicado afastando a obrigatoriedade do Cartão de Vacinação na campanha de vacinação contra a Covid-19. (Foto: Pixabay)

O Ministério da Saúde, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) divulgaram na última quarta-feira (13) como funcionará o acesso da população a vacina contra a Covid-19

++ Covid-19: 354 milhões de doses de vacinas estão asseguradas em 2021, diz ministro da Saúde

De acordo com informações da Agência Brasil, as entidades emitiram uma nota à imprensa esclarecendo dúvidas sobre o uso do Cartão Nacional de Vacinação e o cadastro no aplicativo ‘Conecte SUS Cidadão’. 

Segundo o texto, o acesso a vacinas por meio do SUS não está condicionado ao cadastro no aplicativo ou plataforma da entidade. Afinal, a gratuidade e universalidade do SUS é um direito do cidadão. 

No entanto, ressalta que diante da importância de identificar as pessoas que serão imunizadas, será necessário atualizar o número do Cartão Nacional de Vacinação ou do CPF. Mas, o comunicado também explica que o cidadão terá acesso ao imunizante, mesmo se não estiver com os documentos atualizados no momento da vacinação. 

O cadastro no aplicativo 'Conecte SUS Cidadão' não é obrigatório para o cidadão que for receber a vacina, mas irá agilizar o atendimento. (Foto: Pixabay)
O cadastro no aplicativo ‘Conecte SUS Cidadão’ não é obrigatório para o cidadão que for receber a vacina, mas será um aliado na hora de agilizar o atendimento. (Foto: Pixabay)

“Entretanto, se no momento da imunização contra a Covid-19 o cidadão não estiver de posse de nenhuma identificação, o estabelecimento de saúde, em sua plataforma CadSus, poderá efetuar o devido cadastro e o processo de imunização ocorrerá normalmente. Ninguém que pertence ao público prioritário da campanha, definido naquele momento, deixará de ser vacinado”, destaca o comunicado. 

As entidades de saúde ressaltaram que o aplicativo ‘Conecte SUS Cidadão’ será um aliado, pois é uma ferramenta que facilita a identificação no momento da vacinação, agilizando o atendimento. Mas, o aplicativo é de uso facultativo do cidadão, e não obrigatório. 

“Além das funcionalidades atuais, será possível emitir pelo aplicativo Conecte SUS Cidadão o Certificado Nacional de Vacinação de maneira optativa à emissão do referido certificado pelos serviços de saúde”, completa a nota emitida pelas autoridades de saúde.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.