Entretenimento, Cultura e Lazer

Motoboy sofre ataque racista de morador de condomínio de luxo: “Você tem inveja da minha cor”

Nesta sexta-feira (07), um vídeo de um entregador de aplicativos de delivery sofrendo agressões verbais e racismo de um morador de um condomínio de luxo, viralizou nas redes sociais.

O vídeo mostra o momento em que o homem ofende o profissional e diz que ele tem “inveja disso aqui”, apontando para a própria peleDurante a discussão, o homem ainda ofende o entregador, o chamando de “semianalfabeto”; repete que ele tem inveja da vida que as pessoas que moram no condomínio dele têm; e diz que o profissional não tem onde morar nem “nunca vai ter” nada do que ele estava mencionando. O vídeo foi gravado por um vizinho.

O entregador registrou um boletim de ocorrência para denunciar as agressões e o crime de racismo. O caso aconteceu no dia 31 de julho dentro de um condomínio na região de Valinhos, interior de São Paulo. Na ocasião, a Guarda Municipal foi chamada e encaminhou todos para a Delegacia de Valinhos.
Nesta quinta-feira (06), a mãe do entregador usou seu Facebook para compartilhar o vídeo do momento das agressões. Maria Pires disse que seu filho é um homem honesto e trabalhador que foi vítima de racismo.
“Bom dia, vamos deixar esse escroto de camiseta azul famoso pois ele foi racista com um entregador que estava apenas fazendo o seu trabalho e esse ser xingou e humilhou um trabalhador se achando melhor que ele por morar em um condomínio de luxo. Pois saiba que ninguém é melhor que ninguém por ser rico ou ser branco. E como é de família rica isso vai acabar no esquecimento como sempre acontece. Então por isso resolvi postar o vídeo. isso é racismo e é crime e esse entregador é meu filho, um trabalhador honesto e não precisa sentir ou ter inveja de um escroto como esse pois ele não é mesmo tendo dinheiro pra compra tudo o que quiser jamais comprará a educação o respeito pois isso vem de berço e dinheiro não compra jamais”.
Maria Pires disse que seu filho é um homem honesto e trabalhador que foi vítima de racismo (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

 

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS