Entretenimento, Cultura e Lazer

Ranking aponta as 20 cidades brasileiras mais adúlteras na pandemia

Em meio a atual pandemia global, o mundo desacelerou e as pessoas estão em casa para impedir a propagação do coronavírus.

++ Pesquisa aponta os personagens de Star Wars como os favoritos dos adúlteros; entenda

Para muitos, isso significa ficar em casa 24 horas por dia com seu cônjuge. Alguns podem aproveitar isso como uma oportunidade de cooperar com o parceiro e, junto dele, passar pela pandemia como uma equipe.

Outros podem estar sujeitos a tensão amplificada e optar por procurar saídas para ajudá-los a passar pelo período. A Ashley Madison, plataforma líder em relacionamentos extraconjugais, é um desses métodos – e um modo bastante popular.

Para os brasileiros que procuram um novo romance ou alguns encontros virtuais, a empresa divulgou uma lista das principais cidades do país para casos extraconjugais cibernéticos durante a quarentena e Brasília conquistou o primeiro lugar.

A lista das TOP 20 Cidades baseia-se em inscrições na Ashley Madison de 21 de março a 1 de julho de 2020 em uma base per capita. O estado de São Paulo, o mais rico e populoso do país, também é a região mais infiel, com cinco cidades na lista, incluindo São Paulo, Guarulhos e Campinas entre as 10 principais. Liderando o caminho como o primeiro lugar para trair durante a quarentena, no entanto, é a capital federal, Brasília

“Esses casos extraconjugais virtuais servem como uma válvula de escape para indivíduos que lidam com pressões crescentes no casamento e na vida doméstica”, aponta Paul Keable, diretor de estratégia da Ashley Madison.

O encontro pessoalmente pode ser impossível no momento, mas isso não impediu os usuários da plataforma de dar uma escapadinha do casamento. Confira o ranking das cidades mais adúlteras do Brasil na galeria de fotos acima.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS