Entretenimento, Cultura e Lazer

Sérgio Moro é homenageado no Bicentenário da Harvard Law School

A Harvard Law School Association of Brazil – HLSAB reuniu nesta sexta-feira (23) o primeiro escalão da Justiça brasileira para celebrar os 200 anos de fundação da Harvard Law School.

O almoço, no salão nobre da Bolsa de Valores no Rio de Janeiro, contou com 300 convidados, entre ministros, desembargadores, presidentes de tribunais, juízes, juristas e promotores.

O ministro do STF Luis Roberto Barroso, o futuro Ministro da Justiça Sérgio Moro, o professor de Direito da FGV Joaquim Falcão, e ex-alunos de Harvard (EUA), foram homenageados e condecorados como Membros Honorários da instituição.

++ Mulher de Bolsonaro decidirá onde família vai morar em Brasília

Sérgio Moro foi o grande destaque do evento. Sua presença despertou o interesse dos presentes sobre as mudanças que o futuro ministro pretende implementar. Ele afirmou que está ciente de seus desafios, mas que não poderia deixar de assumir o Ministério da Justiça neste momento tão desafiador para o País. Disse ainda que “o grupo qualificado de ex-alunos de Harvard, reunidos pela Harvard Law School Association of Brazil, poderá contribuir muito com sua gestão à frente do Ministério”.

Max Fontes, presidente da Associação, e Marcus Fontes, vice-presidente, recepcionaram também os ministros Luiz Fux e Alexandre de Moraes. Para Max, “o mais importante neste momento de incertezas é buscar inspiração nos valores atemporais que nortearam a fundação se Harvard, como a busca permanente da verdade e o compromisso constante com a excelência”.

++ Incêndios na Califórnia: As celebridades que perderam suas casas

Os dois alunos brasileiros mais antigos da Faculdade de Direito de Harvard, os advogados Sérgio Chermontt de Brito (decano) formado em 1956 e Gustavo Miguez também estiveram presentes.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS