Entretenimento, Cultura e Lazer

Tire suas dúvidas sobre o segundo turno das Eleições 2018

 

O segundo turno das eleições 2018 acontece no próximo domingo, dia 28 de outubro, em todo o Brasil. As regras permanecem as mesmas do primeiro turno, assim como o horário: entre às 08h e 17h.

Estão concorrendo à Presidência da República no segundo turno Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL). Em alguns estados, como Rio de Janeiro e São Paulo, também haverá segundo turno para Governador.

Para chegar preparado no dia da votação, sem nenhuma dúvida, e realizar o seu voto de maneira correta e consciente, preparamos uma lista com as informações mais importantes sobre o segundo turno das Eleições 2018, confira a seguir:

  • Horários: A Eleição acontece entre às 8h e 17h horas no dia 28 de outubro. Após às 17h, não é possível votar.
  • Voto obrigatório: O voto é obrigatório para brasileiros entre 18 e 70 anos e facultativo para analfabetos e jovens entre 16 e 18 anos.
  • Local de votação: É preciso conferir a sua zona e seção eleitoral. A consulta pode ser feita através do portal do TSE, onde é possível fazer a consulta por nome ou pelo número do título de eleitor.
  • Documentos necessários: O Título de Eleitor não é obrigatório. É obrigatório levar um documento oficial com foto como: RG, passaporte, carteira profissional, certificado de reservista, carteira de trabalho, Documento Nacional de Identidade (DNI) ou carteira nacional de habitação são válidos.
  • Primeiro Turno: Quem não votou no primeiro turno pode votar no segundo,  desde que não tenham pendência com a Justiça Eleitoral.
  • Justificativa: O eleitor que não votou no primeiro turno tem até 6 de dezembro para apresentar justificativa à Justiça Eleitoral. Já o eleitor que não votar no segundo turno terá até 27 de dezembro para se justificar.
  • O que pode e o que não pode fazer na seção eleitoral: O eleitor pode votar com broche, adesivo, boné ou camiseta de um partido ou candidato, desde que seja silencioso e individual. É proibido fazer a chamada “boca de urna”, pedir votos ou fazer propaganda do candidato verbalmente. Na zona eleitoral nenhum eleitor deve distribuir “santinhos” ou fazer qualquer tipo de propaganda eleitoral. Também não é permitido oferecer alimentos ou caronas para levar eleitores até o local de voto ou utilizar carros de som para induzir voto.
  • Selfies na urna: As fotos ao lado da urna são completamente proibidas. O eleitor não pode usar durante a votação celular, máquina fotográfica, filmadora ou outro aparelho similar.
  • “Cola” para lembrar os números dos candidatos: É permitido votar com um papel com os números dos candidatos anotados. O site do TSE disponibiliza uma cola para baixar, imprimir e usar no dia da eleição.
  • Eleitores deficientes: Eleitores que tiverem algum tipo de deficiência, podem contar com ajuda de outras pessoas na hora de votar. O presidente dos mesários da seção do eleitor pode autorizar a entrada dessa segunda pessoa na sala para auxiliá-lo na votação na turna.
  • Lei Seca: Durante a votação do primeiro turno das eleições deste ano, alguns estados brasileiros decidiram aplicar a Lei Seca, prevista no artigo 347 do Código Eleitoral, o que significa que até o fechamento das urnas, às 17h, o eleitor não poderá consumir nenhum tipo de bebida alcoólica e não haverá venda em nenhum estabelecimento comercial. Para esse tipo de infração, a pena é prisão de três meses a um ano e pagamento de 10 a 20 dias-multa.
  • Justificar ausência: Tanto o eleitor no Brasil quanto aquele que está fora do país deve preencher o formulário Requerimento de Justificativa Eleitoral, disponível nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, nos portais do TSE e dos tribunais regionais eleitorais e, no dia da eleição, nos locais de votação ou de justificativa.
  • Diferença entre voto branco e voto nulo: A diferença está apenas na forma como o eleitor decide votar. O voto em branco é registrado quando o eleitor pressiona o botão Branco na urna eletrônica. Já o voto nulo é registrado quando o eleitor digita um número que não pertence a nenhum candidato ou partido e aperta o botão Confirma.
  • E- Título: É um aplicativo móvel para obtenção da via digital do título de eleitor. Ele permite o acesso rápido e fácil às suas informações cadastradas na Justiça Eleitoral, tais como: título de eleitor totalmente digital, situação eleitoral e local de votação.
  • Resultado: A partir das 17h, começa a divulgação dos boletins de urna, com a apuração e totalização dos resultados.
  • Posse: Em 1º de janeiro de 2019 tomam posse os eleitos.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS