Entretenimento, Cultura e Lazer

Miss Brasil 2017, Monalysa Alcântara ignora ataques racistas: ‘Não me fere’

Eleita Miss Brasil 2017, a jovem Molalysa Alcântara, de 18 anos, foi uma das convidadas do programa “Encontro com Fátima Bernardes” desta quarta-feira (23). Monalysa falou sobre os ataques racistas que sofreu na web após vencer o concurso e herdar a coroa de Raissa Santana. “Eu imaginava que isso ia acontecer. Sou bem preparada para isso e já aconteceu muito na minha vida”, afirmou a nova miss, natural do Piauí.

+Marina Ruy Barbosa elege Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, para dama de honra

+MUSA INSPIRADORA! Juliana Paes “dribla” falta de horário para treinar: ‘Vou até de madrugada’

Ao longo desses 63 anos de disputa, Monalysa foi a terceira negra a vencer o renomado concurso de beleza. “As pessoas sempre duvidavam de mim. Enfim, já estava acostumada com esses ataques. Mas quando entrei e virei Miss Brasil essa proporção foi bem maior, sabe?”, acrescentou com conversa com a apresentadora Fátima Bernardes. “A minha família viu isso. Claro que machuca! Você vê que existe um preconceito tão tolo ainda no Brasil”, prosseguiu, negando qualquer incômodo com os ataques na internet, semelhante ao caso sofrido pela antecessora Raissa e a cantora Ludmilla no começo do ano. “Claro que fiquei um pouco chateada mas isso não me fere não, sinceramente. Sou muito alegre”, desabafou.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS