Entretenimento, Cultura e Lazer

Marion Cotillard é vítima de ataques nas redes após ser apontada como pivô da separação de “Brangelina”

Ao contrário do que afirmaram fontes do site “TMZ” sobre o não envolvimento de uma “terceira pessoa” no pedido de divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt, o nome de Marion Cotillard pode estar por trás da separação, segundo a coluna “Page Six”.

De acordo com a publicação do jornal norte-americano “The New York Post”, o ator e a atriz francesa iniciaram um romance durante as gravações de “Allied” (“Aliados”, em português) em Londres, na Inglaterra.

Ao ter seu nome apontado como suposto pivô da separação de “Brangelina”, o perfil da atriz francesa nas redes sociais começou a ser alvo de ataques. “Que p*** é essa? Brad ama Angelina”, escreveu uma seguidora. “Conta aí, que história é essa de que o Brad traiu a Angelina com você?!”, disparou outra. Uma torcida a favor também se pronunciou: “Pitt te ama! Por favor, ame-o também! Angelina está velha…”.

Vale lembrar que Angelina também sofreu ataques durante o início de seu relacionamento com Pitt, pois foi apontada como pivô do fim do casamento de Brad com Jennifer Aniston.

++ Brad Pitt registra, em imagens, o dia-a-dia de Angelina Jolie e os filhos do casal

Ainda de acordo com o veículo americano, Angelina Jolie descobriu a “pulada de cerca” após contratar um detetive particular para vigiar o ator durante as filmagens. “Ela achou que ele poderia estar traindo e, no fim das contas, ele realmente estava. Essa foi a gota d’água”, disse uma fonte da coluna.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS