Entretenimento, Cultura e Lazer

Prince abandona as redes sociais

O artista de 56 anos declarou que “a internet estava ultrapassando completamente os limites”. (Foto: Divulgação)
O artista de 56 anos declarou que “a internet estava ultrapassando completamente os limites”. (Foto: Divulgação)

Um ano após ter aderido às redes sociais, o cantor-músico-compositor “Prince” retirou-se abruptamente das mídias sociais, excluindo todas as suas contas do Twitter, Facebook e Instagram, além de remover a sua obra musical do YouTube e Soundcloud.

No entanto, seus dois últimos álbuns – ‘Art Official Age’ e ‘Plectrum Electrum’ – permanecem disponíveis para transmissão via Spotify. Além disso, seu canal oficial no YouTube ainda disponibiliza três vídeos, sendo um de uma antiga entrevista e outros dois clipes da faixa ‘Breakfast Can Wait’.

O artista não deu nenhuma explicação sobre sua abrupta decisão, tomada apenas um mês após ter participado ativamente de uma série de perguntas e respostas de um fã, em sua página no Facebook.

Depois de ter sido inundado com diversos tipos de mensagens, ele optou por responder apenas uma questão sobre frequências sonoras, indicando um “link” de um longo artigo do assunto.

Em 2010, o artista de 56 anos declarou que “a internet estava ultrapassando completamente os limites”. Na época, ameaçou processar o YouTube e o site eBay por estarem distribuindo ilegalmente a sua música.

No início de 2014, Prince abandonou seus planos de processar 22 supostos divulgadores não-autorizados de sua obra, em US$ 1 milhão cada, por publicarem os vídeos de seus concertos online.

A ação legal proposta chegou a gerar sérias controvérsias entre os distribuidores, porque alguns dos sites envolvidos no processo eram formados pelo seu fiel fã clube, causando um enorme furor entre os dedicados fãs.

Na época, um usuário do fórum escreveu: ” Sim, cópias ilegais é errado, mas … quem será o próximo? Cara, maltratar os seus próprios fãs … é realmente muito triste. Prince será lembrado como o autor de belas canções e, também, por odiar os seus fãs”.