More

    Tribunal de Haia pede prisão Putin por crimes de guerra

    Data:

    Nesta sexta-feira (17) o Tribunal de Haia, emitiu um pedido de prisão do presidente da Rússia, Vladimir Putin, por cometer crimes de guerra no conflito na Ucrânia. O chefe de estado está sendo acusado de deportar e transferir ilegalmente crianças ucranianas de áreas ocupadas por forças russas.

    ++Defesa de Bolsonaro diz que ex-presidente devolverá joias à Presidência

    O tribunal soltou um comunicado, revelando ter evidências das ações cometidas pelo presidente russo: “Há motivos razoáveis para acreditar que o sr. Putin tem responsabilidade criminal individual pelos crimes mencionados”, disse a nota.

    Mas o mandato de prisão feito pelo tribunal não foi aceito pelo governo russo: “As decisões do Tribunal Penal Internacional não têm significado para o nosso país, inclusive do ponto de vista jurídico”, escreveu a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

    ++Ministro do governo Lula afirma que legalização das drogas ajudaria a diminuir população carcerária

    Além de Vladimir Putin, a Comissária para os Direitos da Criança do Gabinete do Presidente da Federação Russa, Maria Alekseyevna Lvova-Belova, também foi condenada pelo Tribunal de Haia, e poderá ser presa caso o governo russo aceite o mandato. Porém, a Rússia já deixou claro que não reconhece essa condenação e não tomará nenhuma providência contra o seu atual chefe de estado.

    Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.

    Mais Recentes