Entretenimento, Cultura e Lazer

9 dicas para conquistar um bronzeado saudável para o verão 2020

Quem não ama um bronzeado? Neste clima de verão, Ano Novo e Praia, muitas pessoas passam o dia na praia esperando começar 2020 com aquele bronzeado.

Embora o bronzeado seja lindo, e o foco de muitas pessoas no verão, é necessário ter alguns cuidados, para manter a pele saudável. Para quem não sabe, quando a pele é exposta à luz solar, ela se escurece como um mecanismo de defesa para proteger o material do DNA contra a radiação solar, sobretudo a UVA, que bronzeia, mas  ao mesmo tempo envelhece a pele, e  para combater o UVB, que acaba por queimar a cútis.

++ Entenda as características e cuidados específicos da pele negra

O escudo de proteção da pele é formado pela melanina, um pigmento que dá tonalidade à pele e evita doenças como o câncer. A partir do momento que a pele recebe uma grande quantidade de radiação, a melanina oxida e escurece.

Quanto mais escura a pele da pessoa for, mais melanina ela produz e mais duradouro é o bronzeado”. Já pessoas com o tom de pele mais claro, com pouca melanina, são mais vulneráveis a queimaduras e têm dificuldade de pegar cor – quando pegam, o bronzeado não costuma durar mais que alguns dias e para algumas podem ter um tom mais avermelhado.

Cuidados:

1 – Protetor solar é essencial para todas as pessoas, independente da cor da pele. O protetor solar protege a pessoa contra queimaduras e contra a exposição exagerada à radiação.

2 – Dividir o bronzeamento em sessões diárias de uma hora, o que estimula a produção diária de melanina, o que proporciona a cor e ainda mantém a pele protegida. Além disso, diminui a probabilidade de queimaduras solares.

3 – Como de praxe, para proteger a pele é necessário tomar sol antes das 10 horas e depois das 16 horas – Nestes horários, há menor radiação UVB.

++ Mãe de Gugu receberá R$100 mil de pensão; viúva explica por que está fora do testamento

4 – Por isso, não tenha pressa e não tente se bronzear em apenas um dia. Além disso, o novo tom pode demorar até 72 horas após a primeira exposição solar para aparecer, já que este é o tempo necessário para que a melanina seja produzida e liberada pelas células. É um processo que leva tempo e, por isso, não adianta exagerar no banho de sol para tentar apressá-lo!

5 – Aescolha correta do fator de proteção solar (FPS), deve ser feita de acordo com a sensibilidade de cada pele ao sol e conforme a intensidade de exposição. O mínimo indicado é o FPS 15, que protege 15 vezes mais em relação ao tempo que a pele demora para ficar vermelha. O ideal é utilizar FPS acima de 30, tanto no rosto quanto no corpo, para garantir um bronzeado sem queimaduras.

6 – Beber muita água para não desidratar.

7 – Alimentos ricos em betacaroteno, os que têm o tom amarelado ou alaranjado, como a cenoura, laranja, abóbora, mamão, manga, entre outros, são ricos em vitamina A – o que ajuda na formação da melanina, o pigmento que promove o bronzeamento.

8 – Evite preparos caseiros para aplicar na pele, já que muitos podem possuir óleo de cozinha, folhas de figo e refrigerante de cola, o que pode provocar queimaduras graves.

9 – Para evitar o descascamento, o uso de protetor solar é um ótimo aliado. Com o produto, o bronzeado dura mais tempo e com menos risco de descamação e desbotamento. Além disso, o uso de hidratantes, banho morno ou frio e alimentação equilibrada e com carotenoides também protegem o bronzeado.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.