Entretenimento, Cultura e Lazer

Conheça as doenças comuns no verão e veja dicas para evita-las

Existem algumas doenças que são mais comuns no verão. Isso porque nessa época do ano há uma aglomeração maior de pessoas nas areias das praias e nas piscinas dos clubes. Esses dois ambientes podem facilmente se constituir em espaços para a proliferação de diversas doenças. Com o calor, as bactérias se proliferam com mais facilidade e em maior quantidade.

++ Bebida do verão: 11 benefícios da água de coco

Além disso, nas praias, o hábito de se alimentar em barraquinhas e consumir produtos oferecidos por vendedores ambulantes aumenta ainda mais as possibilidades de uma contaminação alimentar.

As doenças comuns no verão

No verão, é comum o aumento do número de casos de:

Conjuntivite;
Dengue, Chikungunya e Zika;
Dermatoses diversas;
Desidratação;
Insolação;
Intoxicação alimentar;
Micoses;
Otite (infecção do ouvido).

O que fazer para evitá-las?

É fundamental adotar algumas práticas e criar novos hábitos para se prevenir e cuidar bem da sua família para que todos possam curtir bastante a estação.

1. Lave as mãos com frequência
Adote o hábito de lavar as mãos com frequência. Esfregue bem as mãos com sabão ou sabonete, enxágue e enxugue. Faça uso de álcool em gel, sobretudo quando for lidar com crianças ou se alimentar.

2. Armazene alimentos na geladeira
Alimentos à base de leite e seus derivados (iogurte, queijos, manteiga, etc.), maioneses e qualquer alimento que requeira armazenamento em ambiente refrigerado não deve ser mantido muito tempo fora da refrigeração. Sirva-se e guarde o alimento na geladeira imediatamente.

3. Mantenha-se hidratado
Em outras palavras: beba bastante água e ofereça constantemente líquidos para as crianças. Dê preferência à água ou água de coco e evite refrigerantes, sucos e outras bebidas adoçadas.

4. Lave-se bem após piscina ou praia
Quando retornar para casa após um tempo na piscina ou na praia, tome um bom banho. Lave-se muito bem e depois enxugue cada parte do corpo. Atenção especial deve ser dada às crianças!

5. Use protetor solar
Este é um produto para ser usado sempre que houver exposição ao sol. Não é exclusividade de piscina ou de praia. Nos casos de exposição prolongada, redobre seus cuidados!

Quando se tratar de praia ou piscina, a aplicação do protetor solar deve ocorrer cerca de 30 minutos antes de se entrar na água, devendo ser reaplicado a cada duas horas e após os mergulhos.

6. Evite exposição ao sol nos horários mais quentes
A radiação solar é mais perigosa entre às 10h e às 15h. Portanto, evite ir à praia nesses horários, especialmente acompanhado das crianças! Opte pela manhã, entre 7h e 9h, ou pelo final da tarde, entre 16h e 18h.

7. Faça a desinfecção de frutas e verduras
Adote o hábito de deixar frutas e verduras de molho, durante 15 minutos, em uma solução de hipoclorito de sódio (2%) em água. Use 5 (cinco) gotas para cada litro de água. Dessa forma, você higieniza seus alimentos e evita doenças como a intoxicação alimentar.

8. Evite alimentos oferecidos por ambulantes
O risco de uma contaminação alimentar é sempre muito grande quando se faz uso de alimentos oferecidos por ambulantes, em razão da própria condição de exposição ao ambiente e às elevadas temperaturas.

9. Elimine qualquer recipiente que possa conter água
O mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, da Chikungunya e da Zika não procura água para colocar seus ovos, mas qualquer local que possa conter água. Pense assim: “se chover, vai juntar água aqui?” Se a resposta for sim, elimine aquela condição.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.