Entretenimento, Cultura e Lazer

Medo de avião: veja como a terapia pode tratar essa fobia

"A dica é aprender a lidar com o medo e com a insegurança causada por ele", explica Assunção, psicólogo do Hapvida Saúde. (Foto: Divulgação / Unsplash)
“A dica é aprender a lidar com o medo e com a insegurança causada por ele”, explica Assunção, psicólogo do Hapvida Saúde. (Foto: Divulgação / Unsplash)

O medo de avião é uma fobia que pode ser administrada e, dependendo do caso, tratada com orientação profissional. São comuns casos de pessoas que evitam a todo custo voar de avião, o que pode ser um problema, principalmente se existe a necessidade de realizar viagens profissionais, e não apenas a lazer.

André Assunção, psicólogo do Hapvida Saúde, explica que a fobia é o conjunto de medos associados a um fator de ansiedade. No caso do medo de avião, a pessoa sente-se insegura, sem controle e com sintomas físicos de ansiedade (tremor, suor nas mãos e pés, dores de estômago, tensão muscular, inquietação, arritmia, etc). Porém, são sintomas associados ao medo e causados pelo fator emocional.

O psicólogo afirma que existem tratamentos capazes de lidar com esses problemas. “Medos podem ser superados se compreendidos com autoconhecimento, tratamento psicológico e enfrentamento da demanda causadora. Dependendo da amplitude e prejuízo que o medo cause, pode ser necessária, inclusive, a introdução de medicação (ansiolíticos), para tratar a fobia – em casos mais extremos- associando a terapia ao acompanhando psiquiátrico”, declara.

A terapia é um processo de reconhecimento das dificuldades e busca intensa pela mudança e autoconhecimento. O medo pode ser entendido e superado com o processo analítico em consultório e acompanhamento psicológico em espaço clínico.

Companhias aéreas e agências de viagens costumam também dar dicas para quem tem medo de viajar de avião. Elas tratam da explicação do funcionamento da aeronave, de quais são os melhores lugares para se sentar, técnicas de relaxamento e meditação e utilização de voos curtos para perder a fobia aos poucos.

Para Assunção, o caminho é a compreensão da própria fobia. “A dica é aprender a lidar com o medo e com a insegurança causada por ele. Buscar autocontrole das emoções e saber quando procurar ajuda profissional. Afinal, o medo é um sentido e não uma doença”, conclui o psicólogo.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS