Entretenimento, Cultura e Lazer

Aplicativo inclui pontos de coleta de doação para catadores de materiais recicláveis

Enquanto ainda é recomendado ficar em casa o máximo possível durante a pandemia do Covid-19, algumas profissões não podem se dar a esse luxo. Os catadores de materiais recicláveis são um exemplo. Eles dependem de seu trabalho diário nas ruas para seu sustento e de sua família, colocando-os em perigo de serem contaminados.

++ 9 dicas para aproveitar o Carnaval de maneira sustentável e responsável

Com isso em mente, o Pimp My Carroça – ONG que luta pelo reconhecimento social e econômico desses trabalhadores – imaginou maneiras de ajudá-los a ter alguns artigos de subsistência, como dinheiro, comida e produtos de higiene. Pra atingir esse objetivo, a ONG adicionou em seu aplicativo Cataki a possibilidade de inscrever pontos de doação que estejam reunindo artigos para os catadores.

Além disso, o app possui textos pedindo para que as pessoas pensem duas vezes antes de chamar um catador somente para recolher os resíduos de sua casa e prefiram, nesse caso,  fazer uma doação nos pontos de coleta existentes na plataforma. Desse modo, colaboram com esses trabalhadores sem colocá-los em perigo de contaminação.

Sobre o movimento Pimp My Carroça

É um movimento que atua desde 2012 para tirar os catadores de materiais recicláveis da invisibilidade – e aumentar sua renda – por meio da arte, sensibilização, tecnologia e participação coletiva. Desde o seu início, mais de 2.000 catadores/as foram atendidos, mobilizando cerca de 1.200 grafiteiro(as) e aproximadamente de 2.500 voluntário(as) – além de 23 cooperativas de catadores que receberam mutirões de pintura. As ações do projeto foram replicadas em cerca de 50 cidades de 14 países diferentes, como Colômbia, Argentina, EUA e Marrocos. Em 2017, o Pimp My Carroça lançou o premiado app Cataki.

Sobre o Cataki

Lançado em julho de 2017 pela ONG Pimp My Carroça, o Cataki é o aplicativo que faz a conexão direta entre o gerador de resíduos e o catador de materiais recicláveis. Ao baixar o app, o usuário visualiza o catador mais próximo da sua localização e o chama para que ele venha coletar seus recicláveis. O objetivo do Cataki é aumentar dois fatores simultaneamente: a renda dos catadores e os índices de reciclagem do Brasil.

O app adaptou seu objetivo por conta do coronavírus: enquanto a pandemia durar, a ideia é que os usuários do Cataki utilizem a plataforma não para solicitar coletas de reciclagem, mas sim para realizar doações de dinheiro, kits de higiene e alimentos pros catadores.

Disponível gratuitamente para iOS e Android, o app permite que o usuário visualize o profissional da reciclagem mais próximo e negocie a retirada e o pagamento pelo serviço. Em 2018, durante evento na sede da UNESCO em Paris, o app ganhou o prêmio Netexplo de Inovação Digital, sendo apontado como a principal plataforma digital de impacto social entre as duas mil iniciativas do mundo todo que participaram da premiação. Com mais de 45 mil votos, o Cataki é também o vencedor do Chivas Venture 2019, na categoria People’s Choice. A premiação é global e reconhece iniciativas tecnológicas de impacto socioambiental.

Atualmente há aproximadamente 3.000 catadores conectados na plataforma – e espalhados por mais de 530 cidades do Brasil. Até hoje, já foram realizados mais de 200 mil downloads do Cataki.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS