Entretenimento, Cultura e Lazer

Os sinais que o seu gato dá quando ele está com frio

O frio costuma deixar os gatos mais sonolentos e carentes e uma das maiores preocupações dos donos é como saber se o bichinho está passando frio e se estamos fazendo o suficiente para mantê-los quentinhos e confortáveis.

++ 20 fotos que mostram a incrível amizade entre cães e gatos

A boa notícia é que o gato dá sinais de que está com frio, pelo comportamento e sinais corporais, é possível identificar se ele precisa ser mais aquecido, confira:

  • A primeira coisa a observar é se as extremidades dele estão geladas. Sinta com os dedos a temperatura do nariz, das orelhas e da pontinha do rabo. Se estão quentinhas, o gato não está com frio. Se estão geladas, ele precisa de mais tocas e mantinhas. Isso acontece porque, assim como nós, o corpo deles prioriza a circulação de órgãos vitais. Então não se deixe enganar: o gato com orelhas geladas está com frio mesmo que sua barriguinha esteja quente.
  • O segundo sinal de frio é o pelo. Os pelos mantém o gato aquecido ao prender uma camada de ar entre si, o que é feito com mais eficiência ao se eriçar. Logo, se o gato está com os pelos eriçados, principalmente quando deita encolhido ou em forma de bolinha, é porque está passando frio. Só atente para não confundir pelos eriçados de frio (gato encolhido) e pelos eriçados de medo ou braveza (costas arqueadas, chiados, rosnado, pupilas dilatadas).
  • A terceira coisa a observar é o comportamento. Um gato com frio não vai ficar de bobeira, ele vai procurar formas de se esquentar: uma toca, uma coberta, uma área com sol, um aquecedor ou até mesmo as rodas e o motor do carro. Por isso, no inverno, é muito importante tomar cuidado ao sair, checando as rodas e dando duas batidinhas no capô antes de ligar o motor (afinal, mesmo que o seu gato não tenha acesso ao carro, outros podem ter).
  • A última coisa a observar são os sinais de alerta. Quando estão com muito, muito frio, os gatos podem tremer – e isso é perigoso, pois indica hipotermia: esquente-o urgentemente com mantinhas e, se necessário, enrole a manta numa garrafa pet com água morna. Outro sinal de alerta são espirros, nariz escorrendo ou olhinho com secreções, o que pode indicar uma gripe (rinotraqueíte). Mas o nariz seco também é um alerta, pois é sinal de febre (lembrando que, em gatos, a temperatura normal é acima da nossa, até 39 ºC).

Caso observe um sinal de alerta ou suspeite de que seu gato esteja doente ou passando muito frio sem conseguir se aquecer, corra para o veterinário! Principalmente porque gatos são ótimos para esconder que estão mal e, se chegou ao ponto de você perceber que algo está errado, a situação provavelmente já está grave. O atendimento imediato é crucial para salvá-lo e evitar que ele sofra.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS