Entretenimento, Cultura e Lazer

Pessoa que jogou garrafa em Gusttavo Lima diz que se irritou com falas do cantor: “Ato em prol de um ex-presidente”

Na última quarta-feira (04), Virgínia Bandeira, que foi expulsa pelo cantor Gusttavo Lima após jogar garrafa d’água nele num show de Réveillon em Fortaleza, se pronunciou sobre o ocorrido em suas redes sociais. A arquiteta declarou ter se irritado com falas de cunhos políticos e se* do cantor durante a apresentação.

“O que aconteceu na verdade foi que me indignei com a conotação política dada pelo cantor durante o show de réveillon, onde foi pago caro para me divertir e acabar tendo que participar de um ato político em prol de um ex-presidente que tanto massacrou os brasileiros”, iniciou ela.

++ Após expulsar fã de apresentação, Gusttavo Lima tem show cancelado

Segundo Virginia, sua reação foi rebater o cantor, fazendo sinal de “L” com a mão, manifestando apoio ao presidente Lula (PT). “Por conta disso, logo no início do show, ele se dirigiu a mim falando que ‘eu merecia o bom e o bom era ele’, nesse momento repeti o gesto fazendo o ‘L’”, contou.

A arquiteta ainda declarou que, em um certo momento, Gusttavo chegou a afirmar que participava de “campeonatos de p * n * * t a”, mesmo com menores de idade acompanhando. “Aumentou minha indignação, tenho uma filha menor de idade e não gostaria que ela estivesse lá assistindo”, disse.

Para encerrar, ela admitiu ter se excedido na reação: “Eu estava numa festa onde é natural que as pessoas bebam, e posso ter me excedido na minha reação em repúdio a ele, e tenho humildade suficiente de reconhecer o meu excesso”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSS.