Entretenimento, Cultura e Lazer

Mônica Martelli abre o coração sobre divórcio do primeiro casamento: “Era muita mágoa”

Em participação no podcast “Quem pode, Pod”, de Giovanna Ewbank e Fê Paes Leme, Mônica Martelli abriu o coração sobre o divórcio que enfrentou. A atriz revelou que seu antigo relacionamento com Jerry Marques foi essencial para compor a obra “Minha Vida em Marte”, que gravou com Paulo Gustavo.

++ Juliette revela que já fez proposta de poligamia a ex-namorados: “Queria experimentar”

“Tudo ali [texto da peça] está trincado. As minhas dores, as minhas inseguranças, a crise do casamento, a falta de libido, as tentativas de salvar tudo… Está tudo ali. Eu sempre me perguntava ‘será que é só mais uma crise?'”, iniciou Mônica.

++ Paula Fernandes vira alvo de piada ao publicar foto “fake”: “Equipe de marketing se esforçou”

“Eu já fazia terapia há muito tempo, então foi um choque tudo o que falei para ele. Já tinha elaborado tudo há muito tempo, ele ainda estava aprendendo. Mas ajudou sim… Ajudou a ter uma separação mais digna”, garantiu a atriz.

Mônica Martelli confessou, porém que a decisão não foi fácil. “Óbvio que teve ranço. Você quer se separar, mas tem muita raiva, muita mágoa […] Você começa a entender o quanto a gente estica a corda para ser casada”, concluiu.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss.