Entretenimento, Cultura e Lazer

Luana Piovani revela assédio de diretor da Globo: ”Só me dei conta mais tarde”

Luana Piovani denunciou um episódio de assédio que sofreu de Carlos Manga (1928-2015), antigo diretor da TV Globo, em 1997. Em entrevista à revista Veja publicada na última sexta-feira (8), a atriz revelou ter perdido perdido um papel na emissora depois do acontecido, com a justificativa de que ela não somaria nada à produção.

++ Linn da Quebrada faz homenagem para mãe durante viagem: “Minha sereia”

Tudo aconteceu quando a artista estava trabalhando nos bastidores do remake da novela ‘Anjo Mau’. “Vivi um abuso aos 20 anos, mas na época era normal e só me dei conta mais tarde. Eu e algumas pessoas, entre elas Luiza Brunet, que seria minha mãe no folhetim, estávamos na sala do diretor Carlos Manga. De longe, ele bateu na perna e disse: ‘senta aqui’.“, contou ela.

++ Luísa Sonza revela que não irá aceitar penetras em sua festa de aniversário

Eu pensei: tiozinho ousado. Sentei no braço da poltrona. Depois, fui tirada da novela sob o pretexto de que desagregava. Hoje, vejo que aquele episódio pode ter pesado“, relatou Luana.

Durante a entrevista, ela também relembrou a agressão que sofreu do ator Dado Dolabella, com quem namorou entre 2006 e 2008. “Não me agrediu apenas, mas também a camareira da minha peça. Ele a jogou longe, e ela trincou os dois antebraços. Nunca pagou a indenização. Na época, vivi a primeira crise de ansiedade. Não pela agressão, mas pela ressaca daquilo. Brasileiro é cruel, mas fantasiado de engraçadinho“, declarou.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do Jetss.