Entretenimento, Cultura e Lazer

Will Smith foi convidado a se retirar do Oscar, mas se recusou, diz Academia

 

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas conduziu um encontro virtual nesta quarta-feira (30), na qual dezenas de membros discutiram o tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar 2022. Segundo o Deadline, o órgão confirmou que o astro foi convidado a se retirar da premiação depois de atacar o humorista, no entanto, recusou-se a sair de lá. 

A informação veio à tona em um comunicado, divulgado logo após o encontro dos integrantes da Academia. “Enquanto nós gostaríamos de esclarecer que o sr. Smith foi convidado a deixar a cerimônia e se recusou, nós também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de modo diferente”, pontuou a instituição. Will foi visto conversando com astros como Denzel Washington, Bradley Cooper e Tyler Perry logo após o tapa, mas a publicação afirma que foi Will Packer, produtor do Oscar, quem pediu que Smith se retirasse. 

Foram muitos os membros do Conselho de Governadores da Academia que não sabiam que Will Smith havia sido convidado a se retirar. “Foi um verdadeiro choque”, contou um insider sobre essa revelação aos integrantes do órgão. Vale lembrar que Steven Spielberg, Whoopi Goldberg, Laura Dern, David Linde, entre outros membros da indústria compõem esse Conselho responsável pela instituição. 

++ Vendas de ingressos para a turnê do show de Chris Rock disparam após briga no Oscar

Agora, o futuro de Will Smith com a Academia está prestes a ser decidido. Com a abertura de um processo disciplinar, o astro terá até 15 dias para apresentar sua defesa. “De acordo com os Padrões de Conduta da Academia, bem como as leis da Califórnia, o sr. Smith está recebendo um aviso com pelo menos 15 dias de antecedência de uma votação a respeito de suas violações e sanções, e a oportunidade de ser ouvido antecipadamente por meio de uma resposta por escrito”, disse o comunicado. 

A Academia acusou Will de contato físico inapropriado, comportamento abusivo ou ameaçador, e de comprometer a integridade da Academia. O órgão também já antecipou que deve bater o martelo em menos de um mês sobre o que há de ser feito. “Na próxima reunião do conselho, em 18 de abril, a Academia pode tomar qualquer ação disciplinar, o que pode incluir suspensão, expulsão, ou outras sanções permitidas pelos Estatutos e Padrões de Conduta”, explicou. 

De acordo com a publicação, a esmagadora maioria dos quase 50 integrantes do Conselho de Governadores votou a favor de que o assunto fosse levado adiante. Acredita-se que a Academia ainda possa decidir prestar queixa na polícia contra Smith, por mais que o próprio Chris Rock tenha negado fazer isso. Outros envolvidos – exceto o comediante – também podem ser notificados para falar sobre o incidente. 

Não deixe de curtir nossa página   no  Facebook  e também  no  Instagram  para mais  notícias  do JETSS.