More

    BBB 22: Linn sofre transfobia em podcast e é chamada de ‘troço’

    Data:

    Confinada no BBB 22 (Globo), Linn da Quebrada foi vítima de transfobia durante um episódio do podcast Tarja Preta FM, apresentado por Arthur Petry, Bianca Peanut, Robert Kifer e Kaio D’Elaqua. Nesta quinta-feira (24), um trecho do programa viralizou nas redes sociais e mostra o momento em que os criadores de conteúdo chamaram a sister de “troço”. 

    Durante os comentários sobre a cantora, Bianca deu início as ofensas. “Acho que tem que parar de chamar tra****i de ela. Começa a chamar de ‘troço’ que aí ninguém vai reclamar. Se alguém me chamasse de ele, só iria falar assim: ‘Não, não sou ele’. Nossa, mas o troço [Linn] fica bravo”, afirmou a apresentadora. 

    Em seguida, os demais integrantes da atração prosseguiram com as falas preconceituosas, em tom de deboche e entre gargalhadas. Os apresentadores recordaram a tatuagem que Linn tem na testa, na qual está escrito “ela”, e afirmaram que a artista deveria ter feito o desenho em algum ponto “mais centralizado” do rosto. 

    ++ Cantor do Calcinha Preta diz que o maior sonho de Paulinha era ser mãe

    Ao longo do bate-papo, Kifer debochou da voz de Linn e afirmou que não era preconceituoso e que estava “falando com uma voz engraçada”. Com a repercussão do caso, o perfil do podcast no YouTube e a conta do programa no Instagram foram desativados. No Instagram, a conta de Bianca também foi desativada, enquanto as páginas de Kifer e Petry foram restritas. D’Elaqua publicou uma série de Stories com as críticas recebidas por causa do programa e debochou delas. 

    Em nota, a equipe de Linn da Quebrada informou que avalia o caso. No Twitter, perfil da cantora pediu aos fãs para compartilharem os comentários transfóbicos encontrados contra a artista, pois eles serão encaminhados para a equipe jurídica da participante.  

    Não deixe de curtir nossa página   no  Facebook  e também  no  Instagram  para mais  notícias  do JETSS. 

    Mais Recentes