Entretenimento, Cultura e Lazer

Inocentado da morte de MC Kevin, MC VK quebra o silêncio: ‘Peso absurdo’


Inocentado da morte de MC Kevin (1998-2021), que não sobreviveu após cair da sacada de um hotel em 16 de maio deste ano, Victor Elias Fontenelle, o MC VK, quebrou o silêncio nesta terça-feira (7). Amigo que estava com o artista na hora do acidente, o funkeiro fez um desabafo pelas redes sociais. “Foi um peso absurdo que eu tive que me calar”, declarou ele.
Em uma sequência de vídeos publicados pela ferramenta Stories no Instagram, MC VK se mostrou aliviado de ter sido liberado pela polícia da investigação sobre a morte do marido de Deolane Bezerra.
“Estou aqui na maior humildade, do fundo do meu coração, às vezes nem sabendo me expressar direito, mas eu sei que eu tenho essa missão. Tudo o que eu passei, não quero me vitimizar, mas mexeu com o meu racional, meu emocional. Foi um peso absurdo que eu tive que me calar porque eu não ia ter credibilidade, não ia ter voz ativa, ninguém ia acreditar em mim”, começou o funkeiro.

++ Pedro Scooby chama Cintia Dicker de “mãezona” e é acusado de provocar Luana Piovani
“Então eu tive que esperar a Justiça de Deus, e na Justiça do homem que provou pela investigação, pela perícia, que eu não tive participação de nada do acontecido. E, em cima do acontecido, eu não vi o que aconteceu! Do fundo do meu coração, eu não vi. As pessoas queriam que eu explicasse o que eu não tinha entendido”, continuou.
Em seguida, VK explicou que enfrentou um turbilhão de acontecimentos e emoções, mas que seu único arrependimento foi não ter conversado com a mãe de MC Kevin. Ele avisou que irá procurá-la para explicar o que aconteceu do ponto de vista dele. O amigo de Kevin não fez qualquer menção direta a Deolane, mulher do funkeiro, mas deixou no ar que não deve nada a ela.
“Falaram que eu falei [mandei] um áudio depois, lá em baixo, nada a ver. Teve testemunha falsa que apareceu manipulando a mente de todo mundo, mas ela é falsa, nunca pisou no Brasil. O que mandei malzão mesmo foi no dia do acontecido não ter falado com a mãe dele”, continuou o MC.
“Não falei com a mãe dele até hoje por sofrer ameaças. Foi muita bagunça. Deixei o celular na delegacia, vim para São Paulo, fiquei na casa de um amigo. A noite virava dia muito rápido, minha mente ficou maluca. Eu peço desculpas para a mãe dele, quero chegar nela, falar olhando no olho dela, pedir perdão, ouvir o que ela tem para falar. Tirar esse peso que tem nela e que tem dentro de mim”, completou.
“Eu não quis bater de frente, não me expus, porque quem eu devo satisfação é pra tia. Quem eu quero ver pessoalmente, olhar no olho e falar tudo que aconteceu detalhadamente, do jeito que ela quer ouvir, é a tia. Pra ela eu devo satisfação, um abraço, muita coisa, pelo amor que o filho sentia por mim e pelo amor que eu sentia pelo filho dela, que era de sinceridade”, concluiu ele.
Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.