Entretenimento, Cultura e Lazer

“Cheguei nos EUA achando que meu carisma ia ser contagiante, e não aconteceu dessa forma”, diz Gil do Vigor

Responsabilidade é um conceito que Gil do Vigor descobriu existir quando foi do confinamento do BBB para o palco das redes sociais. “É preciso passar uma mensagem de esperança para o público e não parecer uma pessoa inacessível”, afirmou. 

O ex-BBB conta que não entendia muito bem quando começou na carreira de creator, mas queria mostrar que você pode ser informal e divertido para falar de economia. O processo exigiu um consumo voraz de conteúdo. “Eu me inspirava no material dos outros para acreditar que eu poderia estar aqui hoje”, disse ao Wired Festival Brasil. 

++ ‘Faria de novo’, diz Dayane sobre jaqueta de Rico rasgada em A Fazenda 13

Quando o assunto é bem estar mental, Gil compara a infância em Pernambuco à vida nos Estados Unidos. “Nossa realidade de pobre era de se segurar um no outro. Quando cheguei nos Estados Unidos achando que meu carisma ia ser contagiante, e não aconteceu dessa forma – as pessoas são muito mais sérias – entendi que precisava procurar ajuda, para me adaptar numa cultura diferente”, desabafa. 

Encontrar tempo para criar e produzir nem sempre é fácil. Gil, que está cursando seu doutorado nos Estados Unidos, deixa conteúdo para marcas pré-produzido, assim consegue focar nos seus estudos. “Consegui separar muito o meu tempo, estudando muito de segunda a sexta e criando conteúdo no sábado. No domingo, eu descanso e falo com a minha família. Tudo precisa ser muito organizado para funcionar”, comenta.  

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS