More

    Demitido e acusado de ser preconceituoso, Mauricio Souza diz que já negocia com times e quer deixar o país

    Data:

    Demitido do Minas Tênis Clube e afastado da Seleção Brasileira por ter feito um post considerado homofóbico pela opinião pública, o jogador de vôlei Mauricio Souza já está negociando um contrato em um novo time. O atleta informou que recebeu propostas de alguns clubes daqui e do exterior e revelou que, diante de toda a polêmica que está vivendo, pretende deixar o país com sua família. 

    “Estamos com algumas opções (propostas de clubes) aqui no Brasil e no exterior. Meu empresário está com medo de eu ficar aqui no Brasil. Talvez, a melhor opção seja sair do país mesmo. Aqui no Brasil, qualquer time que eu vá vai ter pressão da ‘galerinha da lacrolândia’”, disse ele, em uma live com o jornalista Thiago Asmar, no canal “Pilhado”, no Youtube, se referindo aos internautas. 

    ++ Gil do Vigor sobre rumores de ganhar mais que Juliette: “Somos concorrentes”

    O jogador explica que a decisão em deixar o país será, também, para não prejudicar os colegas da equipe que ele viria a integrar: “Eu também tenho medo de ficar aqui no Brasil. Não por mim, mas pelos meus colegas de equipe. Se o time não tiver uma estrutura muito forte junto com os patrocinadores para aguentar essa pressão, vai ser difícil. Como que o grupo lidaria com isso? Como que seria a minha aceitação dentro desse grupo? Então, prefiro nem pagar para ver”. 

    Durante o papo, Maurício reafirma “não ter ofendido ninguém” com o post que “só deu sua opinião”. 

    Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS. 

    Mais Recentes