Entretenimento, Cultura e Lazer

Esposa de Luis Gustavo manterá cinzas do ator em casa: ‘era a vontade dele’

As cinzas do ator Luis Gustavo deverão ficar em casa, segundo informou a esposa dele, Cris Botelho ao comentar a morte do marido. A cerimônia, que ainda não tem horário definido, deverá ser fechada apenas para pessoas mais próximas.  

Luis Gustavo morreu neste domingo (19), aos 87 anos, em decorrência de complicações de um câncer no intestino. “As cinzas vou jogar aqui em casa mesmo, essa era a vontade dele”, disse sua esposa ao UOL. 

Carreira 

De pais espanhóis e nascido em 2 de fevereiro de 1934, em Gotemburgo, na Suécia, Luis Gustavo chegou ao Brasil ainda criança e adotou São Paulo como cidade do coração. O ator passou os últimos anos morando em Itatiba, no interior de São Paulo. 

++ Jogo da discórdia: Borel e Sol são os mais indicados para ‘1ª eliminação’

Ele começou a carreira trabalhando durante cinco anos atrás das câmeras, sendo contrarregra, auxiliar de iluminação e cinegrafista. Em seguida, tornou-se assistente de direção de vários programas, entre eles, o teleteatro TV de Vanguarda. Foi lá que, por acaso, fez a sua estreia como ator, na peça “Mas Não se Matam Cavalos”, de Horace McCoy. 

Em 1968, Luis Gustavo participou da criação de ‘Beto Rockfeller’, considerada um divisor de águas no modelo de telenovela brasileira. Seus últimos trabalhos na TV Globo foram “Brasil a Bordo” e “Malhação: Vidas Brasileiras”, ambos exibidos em 2018. 

Pelas redes sociais, vários artistas lamentaram a perda. Entre eles, Miguel Falabella, com quem trabalhou em “Sai de Baixo”. “Meu amado Tatá, eu confesso que não estava preparado para me despedir de você. Sequer sonhava com esse momento, pois além de meu ídolo, você foi uma das melhores pessoas com quem tive a oportunidade de cruzar neste plano. Que linda existência! Que vida animada!”‘, escreveu. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS