Entretenimento, Cultura e Lazer

Tatá Werneck chegou aos 40 kg por tristeza após morte de Paulo Gustavo: ‘Deprimida’

Tatá Werneck já havia comentado o quanto a morte de Paulo Gustavo, que faleceu em decorrência da covid-19 em maio deste ano, havia lhe abalado, no entanto, recentemente a atriz revelou que a tristeza apela perda  afetou sua saúde, pois ficou sem vontade de comer e, por consequência, perdeu muito peso. Chegou a ficar com apenas 40 quilos. “Eu estava muito magra, porque estava deprimida”, contou. 

Através dos stories Instagram, a apresentadora desabafou nesta quinta-feira (15) quando um internauta apontou que ela estaria “muito magra”: Tatá concordou com a opinião dele e confidenciou que perdeu peso por ter entrado em um estado depressivo em seu período de luto por Paulo Gustavo.  

“Quando estou triste, não fico com fome. Isso é uma coisa antiga minha. Quando eu tinha 12 anos, fiquei um ano internada com desidratação. Quando o Paulo morreu, cheguei aos 40 kg”, admitiu. 

++ Participantes da Ilha Record acusam emissora de favorecer Pyong Lee 

“Fiz vários exames para ver se era só uma coisa emocional. Graças a Deus estava tudo bem e era emocional mesmo. Fiquei sem fome, tendo que me forçar a comer, tomando uns negócios saudáveis, porque sou contra qualquer outra [coisa]. Comendo só coisas saudáveis, engordei agora dois quilos”, completou. 

Em tratamento para recuperar o peso perdido, a mãe de Clara Maria foi além e criticou a cultura da magreza: “Consegui engordar dois quilos. Graças a Deus. Pelo amor de Deus, não estou desrespeitando ninguém, porque sei que cada um tem uma história. Algumas pessoas precisam emagrecer por questão de saúde, outras precisam engordar um pouquinho”, iniciou. 

“Só que as pessoas me davam parabéns. Eu estava muito magra porque estava deprimida, e falavam: ‘Caraca, mas está ótima’. Ótima, não. Não estou saudável, estou deprimida. Agora estou melhor, graças a Deus. Mas é muito doido pensar que a pessoa vê a outra magra, que está deprimida, e fala: ‘Ela está ótima’. É muito surreal. Ótimo é estar saudável. Estar magro não é um elogio, como também não é uma ofensa. A parada é ser saudável”, rebateu. 

A esposa de Rafael Vitti ainda criticou quem procura perfeição nas redes sociais, citando um episódio curioso que aconteceu após sua gestação. Segundo ela, quando estava grávida ouviu comentários por estar com a barriga de fora. Agora que deu à luz, vê opiniões sobre ter estrias no abdômen. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.