Entretenimento, Cultura e Lazer

“Quero que as pessoas que votaram em mim saiam uma por uma”, dispara Mahmoud 

O primeiro eliminado do “No Limite 2021” foi o sexólogo Mahmoud. Fora do jogo, ele disse que vai esperar a saída dos participantes que votaram pela sua eliminação.

O ex-BBB recebeu o voto de cinco colegas da tribo Calango, a qual fazia parte: Carol Peixinho, Jéssica, Arcrebiano, André e Angélica.

“Eu quero as pessoas que votaram em mim fora do jogo. Depois da final, eu perdoo todo mundo, mas agora eu espero que saia um por um [risos]! Eu acho que o jogo é a cara do Kaysar e gosto muito da Gleici, espero que os dois se deem bem no jogo”, afirmou.

Mahmoud disse que não seguiu nenhuma estratégia na hora de votar e, no final, acabou por escolher André.

“A minha estratégia foi só tentar me salvar na votação combinando votos com os meus amigos. Mas a Gleici queria votar em uma pessoa e o Kaysar em outra e o que eu fiz foi tentar achar um meio termo, alguém em comum que todos concordassem em votar para eu ter alguma chance de seguir no programa”, explicou.

++ Lívia Andrade encontra cobra em casa e faz reflexão: “Foi um sinal”

O ex-participante disse que a sua performance não foi o que o tirou do game: “Antes de vir para o ‘No Limite’, cheguei a intensificar meus exercícios físicos, mas o que me pegou foi a convivência. Eu não nasci para viver em tribo, em grupo. Sou muito acostumado a viver sozinho. Isso me atrapalhou porque comecei a me sentir excluído e ficar na defensiva. Eu acho que não engajei com o grupo. Eu não sou uma pessoa proativa, não faço as coisas por livre e espontânea vontade. Apesar de ter me oferecido várias vezes, acho que eles dispensavam a minha ajuda porque já estavam pretendendo votar em mim”.

Ele refletiu sobre a sua participação nos desafios e chegou a conclusão de que deveria ter se esforçado mais.

“Eu poderia ter me empolgado mais nas provas. Na primeira, por exemplo, todo mundo do grupo participou, menos eu. A minha parte era a de tirar as caixas do mar, mas o grupo não chegou a encontrar as três chaves e não chegou a minha parte. Eu fiquei com fama de que ‘não faz nada’, mas acho que também é porque não me foi dada a oportunidade. Se pudesse fazer diferente, teria me oferecido para cavar”, finalizou.

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS