Entretenimento, Cultura e Lazer

‘Só quero provar minha inocência’, diz Felipe Prior sobre acusações de estupro

Denunciado por estupro, Felipe Prior está ansioso para ser julgado e para que esse capítulo de sua vida chegue ao fim. O ex-BBB, que era cotado como um dos favoritos no ‘BBB20’ antes de sua eliminação, revelou que sofre com os efeitos das acusações até hoje ao ser bloqueado por marcas e não ter acesso a mais oportunidades.  

Com isso, o influenciador digital reforçou o desejo em ter a Justiça analiasndo o seu caso para que ele e a família tenham paz, complementando não se preocupa com as acusações, mas sim com as consequências que elas trazem para ele e seus familiares. 

“Estou fazendo terapia. Eu sou forte pra caralho. Continuo vivendo minha vida, mesmo com tudo que está acontecendo. Foda-se tudo o que estão me acusando. Minha consciência está tranquila. Vamos resolver e deixar tudo tranquilo”, disse ele, em declaração ao “Lavando a Roupa”, programa de entrevistas do ex-fazenda Lucas Selfie no YouTube. 

“O momento em que eu estou é de querer que tudo isso acabe. Quero que minha mãe tenha a paz dela. Minha mãe sabe o filho que ela tem e a pior coisa que tem para qualquer mãe é ver seu filho injustiçado. Vendo minha mãe e meu pai chorar e fingirem que estão bem não é legal”, acrescentou. 

Para quem não se lembra, a Justiça de São Paulo aceitou no ano passado uma acusação de estupro contra o arquiteto de 28 anos, que nega ter cometido qualquer crime. Ela seria julgado em 10 de maio, mas, por conta da pandemia, a audiência pode ser postergada. A decisão foi do juiz Luiz Guilherme Angeli Feichteinberger, da 7ª Vara Criminal, que acatou denúncia apresentada em agosto pelo Ministério Público de SP. 

++ Marina Ruy Barbosa brinca sobre Maria Ísis em ‘Império’: ‘Era sugar baby?’

Prior é acusado de estupro e tentativa de estupro por três mulheres. Os casos teriam ocorrido em 2014, 2016 e 2018, durante a realização do Interfau, torneio universitário do curso de Arquitetura e Urbanismo. As denúncias vieram à tona no dia de sua saída do “BBB”. Os nomes das mulheres foram mantidos em sigilo e o processo corre em segredo de Justiça. 

“Só quero que isso acabe. Marque a audiência amanhã e eu vou. A pandemia está me fodendo. Eu continuo vivendo, mas hoje eu vou transar com a menina e tenho medo porque eu não conheço a menina ao ponto de não saber se ela pode me prejudicar”, desabafou. 

“Tive que me blindar de um monte de coisa. Muitas vezes quando eu saio com a menina não saio só com ela, levo meus amigos. É muito doido”, emendou o arquiteto. 

“Se me perguntassem se eu daria meus seguidores pela paz da sua família. Eu diria ‘na hora’. Vamos fazer a audiência amanhã? Vamos. Eu só quero provar minha inocência. E só o que eu quero e preciso e minha mãe também”, reforçou. 

Cancelado 

Prior fez a avaliação de que tem levado uma vida de restrições, cancelado por marcas e pessoas e impedido de participar de alguns eventos como consequência das acusações que pesam sobre ele, e contou que não consegue lucrar nas redes sociais, mesmo tendo quase 6 milhões de seguidores no Instagram e mais de 300 mil inscritos em seu canal no YouTube. 

“Eu saio na rua e todo mundo pede pra tirar foto comigo. É carinho, só coisa positiva. Mas muitas marcas por conta disso me bloqueiam, sendo que eu sou uma pessoa que vendo pra caralho porque sou carismático, autêntico”, reclamou. “O que estão fazendo comigo, sem ter prova nenhuma, é basicamente me excluindo. Quero ganhar dinheiro e não posso”, lamentou durante a entrevista. 

Não deixe de curtir nossa página  no Facebook  e também no Instagram para mais notícias do JETSS.